Violência das armas, violência no gênero: campo fértil das desigualdades

Claudio Bartolomeu Lopes

Resumo


O presente artigo busca mostrar como o cenário de guerra pode implicar e resultar em situações de violência e desigualdade no gênero. Procura-se mostrar como a luta pela independência do país, seguida por quase três décadas de conflito civil, influenciou e, até mesmo hoje, influencia a manutenção de um contexto de desigualdade na existência diária da mulher angolana. Inseridas nesse contexto de lutas, estas mulheres, ao mesmo tempo, buscam caminhos para levarem a cabo uma nova luta: a luta pelo reconhecimento de seus direitos. Uma luta com letras, uma luta por direitos, uma luta pela sua autonomia.


Palavras-chave


Violência; Cultura; Gênero; Desigualdade; Relações igualitárias; Violence; Culture; Gender; Inequality; Egalitarian relations

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-49802010000100014

R. Katál. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil eISSN: 1982-0259  

Licença Creative Commons Adota a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.