Modelos de políticas públicas da Colômbia em benefício das famílias

Ángela María Quintero Velásquez

Resumo


O objetivo do artigo é tentar explicar algumas políticas públicas que representam uma experiência significativa e exitosa na Colômbia e no departamento de Antioquia. Primeiro, expõe-se uma resenha do máximo organismo do Sistema Nacional de Bem-estar Familiar (SNBF) na Colômbia, do Instituto Colombiano de Bem-estar Familiar (ICBF), da Lei 1098 de 2006, do Código da Infância e Adolescência e, depois, enuncia várias políticas representativas de nível nacional e local (primeira infância, segurança alimentária) e ressalta a função das redes formais. Não aprofunda, nem realiza uma análise crítica, senão que prioriza e seleciona os programas estatais, que desde uma ênfase diferente: subsídio, atendimento abrangente ou promoção, cobrem e atendem à família como eixo central ou seus membros. Descreve e ressalta aspectos, onde os profissionais de Ciências Sociais têm desempenhos destacados de maneira implícita, mas não destaca suas intervenções. A experiência, docência, consultoria, investigação e exercício profissional no tema guiam este compêndio.


Palavras-chave


Políticas públicas; Família; Infância; Primeira infância; Atenção

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-49802011000100014

R. Katál. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil eISSN: 1982-0259  

Licença Creative Commons Adota a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.