Movimentos sociais e transformação societária: concepções teóricas presentes na tradição marxista

Autores

  • Maria Clariça Ribeiro Guimarães Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN
  • Eliana Costa Guerra Departamento de Serviço Social e Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1414-49802013000100006

Palavras-chave:

Movimentos Sociais, Transformação Societária, Tradição Marxista

Resumo

Este ensaio tem como objetivo discutir premissas de análise da temática movimentos sociais e transformação societária presentes na formulação marxista. Para tanto, retoma o pensamento de autores clássicos, em especial, Lênin, Rosa Luxemburgo e Gramsci. Destaca, com base nesses autores, as determinações fundamentais para a análise das lutas sociais da classe trabalhadora, enfatizando a teoria da organização, a ampla participação das massas e a construção de uma nova hegemonia.

Biografia do Autor

Maria Clariça Ribeiro Guimarães, Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN

Graduada em Serviço Social pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (PPGSS/UFRN).

Eliana Costa Guerra, Departamento de Serviço Social e Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Doutora em Sociologia pela Universidade de Paris VIII. Professora do Departamento de Serviço Social e do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da UFRN.

Downloads

Publicado

2013-06-10