Mulheres e lutas socioambientais: as intersecções entre o global e o local

Autores

  • Gilsa Helena Barcellos Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória - EMESCAM

Palavras-chave:

Questão ambiental, Mulheres, Lutas socioambientais, Projetos de desenvolvimento

Resumo

O presente artigo, resultante de uma pesquisa bibliográfica, busca discorrer sobre como a questão ambiental, conduzida por interesses hegemônicos globais capitalistas, acentua desigualdades sociais e de gênero, e afeta a vida de populações locais, de diferentes partes do planeta. Ao mesmo tempo, aborda como a degradação ambiental compromete de forma particular a vida das mulheres e de como estas traçam os seus processos de resistência por meio da construção de movimentos e de lutas socioambientais. Possibilita observar que, apesar das diferenças culturais e distâncias geográficas, mulheres africanas, asiáticas e latino-americanas aproximam-se em ações de enfrentamento à degradação ambiental conduzida por projetos desenvolvimentistas/industriais em seus territórios.

Biografia do Autor

Gilsa Helena Barcellos, Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória - EMESCAM

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Federal do EspíritoSanto (1985), especialização em Estudos Ambientais pela PontifíciaUniversidade Católica de Minas Gerais, mestrado em Psicologia pelaUniversidade Federal do Espírito Santo (1998) e doutorado em Geografiapela Universidade Federal de Minas Gerais (2008). Atualmente éprofessora do Curso de Graduação em Serviço Social e do Mestrado emPolíticas Públicas e Desenvolvimento Local daEscola Superior deCiências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (Emescam). Coordena os projetos de pesquisa "O Impacto da LeiMaria da Penha Sobre a Violência Contra Mulheres no Município deVitória" e " O papel da mulher na atividade pesqueira artesanal noEspírito Santo: discutindo gênero, trabalho, políticas públicas, meioambiente e desenvolvimento local". Desenvolve a função de coordenadorado Projeto de Extensão "Discutindo Gênero, Violência e Saúde no ProgramaEscola Aberta".Integra o Fórum de Mulheres do Espírito Santo e a RedeAlerta Contra o Deserto Verde. Temas em que atua: relações sociais degênero, divisão sexual do trabalho, violência, políticas públicas, meioambiente, desenvolvimento local e direitos humanos.

Downloads

Publicado

2013-11-18