Mulheres e lutas socioambientais: as intersecções entre o global e o local

Gilsa Helena Barcellos

Resumo


O presente artigo, resultante de uma pesquisa bibliográfica, busca discorrer sobre como a questão ambiental, conduzida por interesses hegemônicos globais capitalistas, acentua desigualdades sociais e de gênero, e afeta a vida de populações locais, de diferentes partes do planeta. Ao mesmo tempo, aborda como a degradação ambiental compromete de forma particular a vida das mulheres e de como estas traçam os seus processos de resistência por meio da construção de movimentos e de lutas socioambientais. Possibilita observar que, apesar das diferenças culturais e distâncias geográficas, mulheres africanas, asiáticas e latino-americanas aproximam-se em ações de enfrentamento à degradação ambiental conduzida por projetos desenvolvimentistas/industriais em seus territórios.


Palavras-chave


Questão ambiental; Mulheres; Lutas socioambientais; Projetos de desenvolvimento

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-49802013000200007

R. Katál. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil eISSN: 1982-0259  

Licença Creative Commons Adota a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.