Lutas sociais pela saúde pública no Brasil frente aos desafios contemporâneos

Marta Alves Santos

Resumo


A partir de uma pesquisa bibliográfica e análise documental sobre a temática de estudo, o presente artigo objetiva contribuir para o debate acerca das lutas sociais no âmbito da saúde frente aos desafios postos na atual conjuntura. Analisa a trajetória dos movimentos sociais pela saúde pública brasileira desde 1970 e as formas de resistência e luta diante da ofensiva neoliberal. Aponta os conceitos clássicos e contemporâneos sobre a categoria movimento social, resgata os principais elementos expostos na proposta do movimento sanitário, que deu origem ao Sistema Único de Saúde (SUS), e identifica os desafios para a efetivação de uma saúde pública brasileira em um cenário de restrição do papel do Estado e de fortalecimento do mercado.


Palavras-chave


Movimento social; Saúde; Neoliberalismo

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-49802013000200009

R. Katál. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil eISSN: 1982-0259  

Licença Creative Commons Adota a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.