No cruzamento de poesia e canção, aprende-se “samba no colégio”

Juracy Assmann Saraiva, Gabriela Hoffmann Lopes, Tatiane Kaspari

Resumo


O artigo propõe a inclusão de canções da música popular brasileira em disciplinas que se voltam para o estudo da Língua e da Literatura, como estratégia para aproximar os jovens da poesia. Canções, por sua forma de circulação, invadem o mundo dos jovens e a eles apresentam características formais da poesia lírica, além de traduzir emoções e sentimentos coletivos. Sob tal ângulo, canção e poesia não se distinguem por seus componentes estruturais, visto que ambas as modalidades podem ser dotadas de atributos estéticos. Esse ponto de vista é respaldado, no artigo, pelo posicionamento de estudiosos como Marisa Lajolo, Salete de Almeida Cara, Salvatore D’Onofrio e pela exposição da origem da poesia e de sua evolução, as quais comprovam que traços sonoros estão presentes em poemas contemporâneos, ainda que o registro da palavra escrita tenha provocado a ruptura entre a arte poética e a música. Para comprovar a legitimidade da convergência de poemas e de canções, os autores do artigo analisam e interpretam textos pertencentes a ambos os gêneros, neles evidenciando elementos em comum, como a exploração dos recursos expressivos da linguagem, que invocam a participação do receptor no deciframento de suas significações, e reflexões sobre a condição humana e sobre suas circunstâncias. Portanto, os autores afirmam que razões de ordem estética e sociocultural justificam a inclusão de canções no âmbito escolar, uma vez que, assim como poemas, elas concretizam a finalidade da arte de conferir palavras aos sentimentos humanos, enquanto reafirmam o potencial expressivo da linguagem lírica.


Palavras-chave


Poesia; Canção; Linguagem Lírica; Ensino de Literatura

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7917.2014v19n1p30

Direitos autorais 2014 Juracy Assmann Saraiva, Gabriela Hoffmann Lopes, Tatiane Kaspari

Rev. Anu. Lit. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis. Santa Catarina. Brasil. ISSNe 2175-7917

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.