Voz, ritmo, performance e materialidade: o que Tom Waits traduz quando recita Bukowski

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7917.2021.e72416

Palavras-chave:

Materialidades da comunicação, Performance, Tom Waits, Estudos da Tradução, Oralidade e cultura escrita

Resumo

Neste texto, procuramos refletir acerca da performance vocal, normalmente chamada recitação ou declamação, pensando-a a partir das materialidades da comunicação e como uma tradução intersemiótica de um texto escrito. Em um primeiro momento, usamos os conceitos de Paul Zumthor (1997, 2001) e Walter Ong (2002) acerca da relação entre oralidade e cultura escrita, e passamos deles para uma generalização acerca das materialidades da comunicação, conforme pensadas por Hans Gumbrecht (1998, 1999). Enquanto Gumbrecht se detém sobre as noções de “ritmo”, nosso ponto de estudo será a adição da noção de “timbre”, como característica necessária da performance e absolutamente dependente das materialidades que a determinam, e que a descrição racional e que se quer separada da materialidade consegue no máximo subjugar, passando longe da experiência da mesma. Usamos como exemplo a performance de “The laughing heart”, um poema de Charles Bukowski (2016) recitado por Tom Waits (2006). A performance de Waits transforma o poema de Bukowski, ao mesmo tempo em que o traduz (recodifica) para a materialidade vocal. Embora seja um estudo que não abdica da tradição poetológica, trata-se aqui mais de celebrar a invasão e a “volta para casa” que a voz faz para a poesia, abarcando e ultrapassando as barreiras das análises e da calma da escrita.

Biografia do Autor

Daniel Soares Duarte, Universidade Federal de Pelotas

Professor do Bacharelado em Tradução Inglês-Português da Universidade Federal de Pelotas. Doutor em Letras pela Universidade Federal de Santa Catarina (2012), na área de Teoria da Literatura, com pesquisa sobre a poesia de Carlos Drummond de Andrade e a teoria dos sistemas. Mestre em História da Literatura pela Fundação Universidade Federal do Rio Grande (2006), com a análise do livro A paixão medida, também de Drummond, e graduação em Letras Português Inglês pela Fundação Universidade Federal do Rio Grande (2003).

Patrícia dos Santos Silveira, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Professora de literatura e escritora. Doutora em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2016), no Programa de Pós-Graduação em Letras, na área de concentração de Escrita Criativa, com pesquisa em dramaturgia. Mestre em Teatro pelo Programa de Pós-Graduação em Teatro (PPGT) (2012), na Universidade do Estado de Santa Catarina. Bacharel em Teatro, com láurea acadêmica e habilitação em Direção Teatral, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2014).

Referências

BUKOWSKI, Charles. Essential Bukowski. Poetry. Selected and Edited by Abel Debritto Nova York: Harper Collins, 2016. (versão eletrônica)

DICIONÁRIO DE MÚSICA. Meloteca. Disponível em: https://www.meloteca.com/dicionario-de-musica/. Acesso em: 16 nov. 2020.

GUMBRECHT, Hans Ulrich. O campo não-hermenêutico ou materialidade da comunicação. In: GUMBRECHT, Hans Ulrich. Corpo e forma. Rio de Janeiro: Eduerj, 1998, p. 137-151.

GUMBRECHT, Hans Ulrich. Rhythm and meaning. In: GUMBRECHT, Hans Ulrich; PFEIFFER, Ludwig. Materialities of communication. Stanford: Stanford University Press, 1999, p. 170-182.

JEHA, Júlio. Veja o livro e leia o filme: a tradução intersemiótica. Todas as Letras, v. 6, n. 1, p. 123-129, 2004.

JOSÉ, Cármen Lúcia. In memoriam: poéticas midiáticas: declamação e recitação. Nhengatu, São Paulo, n. 4, p. 1-18, 2018. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/nhengatu/article/download/39434/26690. Acesso em: 15 mar. 2020.

MATURANA, Humberto; VARELA, Francisco. A árvore do conhecimento. Campinas: Editorial Psy, 1995.

MCADAMS, Stephen; BREGMAN, Albter. Hearing Musical Streams. Computer Music Journal, v. 3, n. 4, p. 26-60, dez. 1979.

ONG, Walter. Orality and literacy: the technologizing of the word. Londres, Nova York: Routledge, 2012.

PAZ, Octavio. O arco e a lira. Trad. de Ari Roitman e Paulina Wacht. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982

RUTHEFORD-JOHNSON, Tim; KENNEDY, Michael; BOURNE, Joyce. Oxford Dictionary of Music. Oxford: Oxford University Press, 2012.

TOM Waits Under Review. Direção: SD. Produção: Andy Cleland e Rob Johnstone. Londres: Chrome Dreams, 2006. 1 DVD (78 min).

ZUMTHOR, Paul. A letra e a voz. Trad. de Amálio Pinheiro e Jerusa Pires Ferreira. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

Downloads

Publicado

2021-02-25

Como Citar

DUARTE, D. S.; SILVEIRA, P. dos S. Voz, ritmo, performance e materialidade: o que Tom Waits traduz quando recita Bukowski. Anuário de Literatura, [S. l.], v. 26, p. 01-16, 2021. DOI: 10.5007/2175-7917.2021.e72416. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/literatura/article/view/72416. Acesso em: 23 abr. 2021.

Edição

Seção

Dossiê "Poéticas da Voz"