Educação inclusiva: redefinindo a educação especial

Mônica Pereira dos Santos

Resumo


O artigo pretende discutir os termos “inclusão” e “integração” e seus diferentes usos em alguns textos oficiais e pioneiros, com o objetivo de apontar para um redimensionamento do conceito de educação especial à luz da proposta da inclusão em educação. Entre outros aspectos, argumenta-se que a Educação Especial deixa de ser definida conforme o foi tradicionalmente (em termos de sua “clientela deficiente”) para ser ampliada e redefinida em dois sentidos: quanto ao seu campo de ação e quanto à sua populaçãoalvo. Discute-se, ainda, algumas das implicações deste redimensionamento à prática pedagógica e organização educacional.


Palavras-chave


Crianças surdas - Línguagem; Línguagem por sinais crianças surdas - Escrita; Leitura; Deafness in children - Language; Sign Language; Deafness in children - writing; Reading

Texto completo:

PDFA


P.Vista, eISSN 2175-8050, UFSC, Florianópolis, SC, Brasil.

 

 

Creative Commons License
Ponto de Vista: Revista de Educação e Processos Inclusivos, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-8050 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >