Orientar-se em campi universitários no Brasil: condição essencial para a inclusão

Autores

  • Marta Dischinger
  • Melissa Laus Mattos
  • Milena de Mesquita Brandão
  • Vera Helena Moro Bins Ely Universidade Federal de Santa CatarinaDepartamento de Arquitetura e Urbanismo. UFSC.

Palavras-chave:

Percepção especial, Deficientes – orientação e mobilidade, Pessoal – orientação, Campi universitário

Resumo

A inclusão efetiva de alunos com deficiência no Ensino Superior brasileiro depende da implementação de um amplo conjunto de medidas públicas que vão desde a formação continuada de profissionais especializados em Educação Especial até a garantia de seu acesso ao ensino desde a Educação Fundamental. É importante a adoção de práticas pedagógicas específicas, o enfrentamento dos preconceitos no meio educacional e na sociedade como um todo e, também, a garantia do acesso físico às instalações escolares para possibilitar a participação desses alunos em todas as atividades. A acessibilidade espacial – entendida como qualidade do espaço construído que permite condições de chegada, compreensão das funções e realização de atividades no espaço de modo a garantir a participação de qualquer pessoa com segurança, conforto e independência – se mostra, deste modo, como requisito fundamental para o sucesso dos processos de inclusão no Ensino Superior. Neste artigo, buscamos aprofundar a discussão sobre acessibilidade espacial e seus componentes – orientação, comunicação, deslocamento e uso –, com especial ênfase na orientação, dado o fato do sucesso de os outros componentes estarem diretamente  relacionado a esta e de ser matéria pouco estudada nas pesquisas e nos projetos de acessibilidade.

Biografia do Autor

Marta Dischinger

Doutora em Architecture School – Chalmers University of Technology. Professora do Depto. de Arquitetura e Urbanismo da UFSC.

Melissa Laus Mattos

Mestre em Urbanismo, História e Arquitetura da Cidade. Professora das Faculdades Barddal de Artes Aplicadas nos cursos de Arquitetura e Urbanismo, e Desenho Industrial.

Milena de Mesquita Brandão

Mestranda em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Vera Helena Moro Bins Ely, Universidade Federal de Santa CatarinaDepartamento de Arquitetura e Urbanismo. UFSC.

Departamento de Arquitetura e Urbanismo. UFSC.

Downloads

Publicado

2008-01-01