Interface entre Ensino Superior e inclusão: experiência de estágio de psicologia em uma escola de ensino regular

Fabiani Cabral Lima

Resumo


O processo de educação inclusiva visa atender as especificidades de seus alunos a fim de garantir o acesso á educação para todos. É dentro deste contexto que surge o presente trabalho, como fruto de uma parceria entre uma escola de ensino regular e o ensino superior ambos pertencentes a estrutura da Universidade Federal de Santa Catarina
(UFSC). Com o objetivo de viabilizar o processo de inclusão escolar, desenvolveu-se um estágio não-obrigatório de acadêmicos do curso de psicologia junto a esta escola que atende alunos com diversos tipos de deficiência. A importância da realização deste estágio dentro de uma instituição de ensino inclusivo remete à possibilidade de aproximação entre teoria e prática escolar e, principalmente, com as questões que
envolvem a deficiência. Considerando o psicólogo como um profissional a serviço da prevenção e promoção de saúde, é essencial que o estudante desta área possa entrar em contato com estas questões tão marcantes, que envolvem os sujeitos na sua constituição, a fim de preparar-se para o exercício profissional de maneira comprometida
com os problemas da sociedade, sendo mais um parceiro na articulação de uma vida mais igualitária a todos.

Palavras-chave


Ensino superior; Inclusão escolar; Paralisia cerebral

Texto completo:

PDF/A


P.Vista, eISSN 2175-8050, UFSC, Florianópolis, SC, Brasil.

 

 

Creative Commons License
Ponto de Vista: Revista de Educação e Processos Inclusivos, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-8050 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >