Relações de gênero e organização em casais que trabalham fora de casa: execução vs. responsabilidade

Lucía Saldaña Muñoz, Consuelo Campos Campos

Resumo


Este artigo apresenta os resultados de uma investigação empírica qualitativa, que aborda as relações de gênero e as adaptações domésticas configuradas em lares de casais que trabalham na região da Grande Concepción urbana, Chile. Durante este estudo problematizaram-se elementos biográficos, expectativas profissionais e desenvolvimento laboral, com elementos teóricos-contextuais, de modo a caracterizar como se desenvolvem as dinâmicas e as rotinas domésticas entre os integrantes destas famílias. A partir dos testemunhos, identificam-se descobertas que permitem sustentar a persistência de elementos adscritos ao modelo tradicional-patriarcal de distribuição das funções domésticas, como também de algumas mudanças práticas associadas a transformações nas trajetórias laborais de mulheres e homens.

Palavras-chave


Pais e Mães Profissionais; Relações de Gênero; Distribuição de Tarefas Domésticas; Parentalidade; Trabalho Doméstico

Texto completo:

PDF/A (Español (España))


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 Licença Creative Commons
A Revista Estudos Feministas está sob a licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Rev. Estud. Fem., ISSN 1806-9584, Florianópolis, Brasil.