Modelos culturais e anencefalia: aborto ou antecipação terapêutica de parto?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/%25x

Palavras-chave:

Modelos Culturais, ADPF 54, Aborto, Antecipação Terapêutica de Parto, Anencefalia

Resumo

Este trabalho tem como objetivo refletir sobre os modelos culturais ligados ao aborto e sua relação com o processo da Arguição de Preceito Fundamental 54-8 (ADPF 54), cuja decisão final autorizou a interrupção de gravidez no caso de fetos anencefálicos.Busca-se uma aproximação entre a noção de modelo cultural, o conceito de frame semântico e o processo de perfilamento. O ensaio reflete sobre a dinâmica dos modelos culturais Ação, Responsabilidade e Punição, no contexto da ADPF 54, mostrando como o posicionamento dos juristas consolida o cenário de gestação de anencéfalo como punição injusta para a gestante.

Biografia do Autor

Aline Nardes dos Santos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

Mestra em Linguística Aplicada pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Doutoranda em Linguística Aplicada pela mesma instituição.

Rove Luiza de Oliveira Chishman, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)

Doutora em Linguística Aplicada (PUC/RS) e Professora Titular do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).

Downloads

Publicado

2018-08-13

Edição

Seção

Ponto de Vista