Vivências e percepções de sexualidade de portuguesas com mais de 65 anos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/%25x

Palavras-chave:

Mulher, Envelhecimento, Sexualidade, Papéis de gênero, Vivências e Percepções

Resumo

Este estudo objetiva compreender as vivências e perceções sexuais de mulheres portuguesas com mais de 65 anos. Foram realizadas entrevistas individuais semiestruturadas a 13 mulheres (sete casadas e seis viúvas), com idades compreendidas entre os 66 e os 85 anos, e a informação obtida foi analisada através do método da análise temática. Desta análise foram construídos 5 (cinco) temas - Perceções sobre papéis de género, Sexo “obrigação”, Sexualidade e envelhecimento, Medos do casamento e da sexualidade e Educação sexual. Para as participantes deste estudo, encarar as alterações provocadas pelo envelhecimento como fim da obrigação sexual ou como uma oportunidade de readaptação sexual está inteiramente relacionado com a relação conjugal em si e com as ideologias que os membros do casal têm.

Biografia do Autor

Sara Queiroga, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, Portugal

Membro da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, Portugal.

Sara Magalhães, Centro de Psicologia da Universidade do Porto, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, Portugal

Membro do Centro de Psicologia da Universidade do Porto, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, Portugal.

Conceição Nogueira, Centro de Psicologia da Universidade do Porto, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, Portugal

Membro do Centro de Psicologia da Universidade do Porto, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, Portugal.

Downloads

Publicado

2018-11-28

Edição

Seção

Artigos