Narrativas sobre conjugalidade de mulheres que se relacionam com crossdressers

Anna Paula Vencato

Resumo


Este texto discute dados coletados em pesquisa com mulheres que se identificam
como “esposas” ou “S/O’s” de homens que “praticam crossdressing”. É, também, um desdobramento
de minha tese de Doutorado, sobre como homens que se identificam como crossdressers
negociam esta prática em suas vidas cotidianas. A pesquisa parte de uma etnografia e é
complementada por entrevistas semiestruturadas com estas mulheres. Busca-se compreender
como elas lidam com as tensões relativas às convenções sobre gênero e sexualidade e com o
manejo de segredo ao conviverem com esta prática. Também se discute como o crossdressing
impacta a vida privada e a afetivo-sexual/conjugal de pessoas que se montam, em especial,
naqueles casos em que os desejos e práticas relativas ao crossdressing do cônjuge foram
revelados após vários anos de casamento


Palavras-chave


conjugalidade; cuidado; gênero; sexualidade; cross-dressing

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Estudos Feministas, ISSN 0104-026X, Florianópolis, Brasil.