DAS MARGENS AO CENTRO?: REFLETINDO SOBRE A TEORIA FEMINISTA E A SOCIOLOGIA ACADÊMICA

Miriam Adelmann

Resumo


Várias décadas de trabalho sob a perspectiva feminista/estudos de gênero nas universidades brasileiras trouxeram inúmeros frutos, dos quais as publicações feministas nacionais fazem parte. Porém, continua sendo difícil o pleno ingresso da nossa perspectiva ao mainstream das ciências sociais. Discuto brevemente algumas das possíveis explicações para tal dificuldade e considero o papel de uma publicação feminista local dentro desse contexto, ou seja, a abertura mais plena das discussões feministas dentro dos cursos e currículos das ciências sociais hoje.


Palavras-chave


teoria feminista; estudos de gênero; publicações feministas; currículo das ciências sociais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-026X2003000100020

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 Licença Creative Commons
A Revista Estudos Feministas está sob a licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Revista Estudos Feministas, ISSN 1806-9584, Florianópolis, Brasil.