Transversalização da perspectiva de gênero ou instrumentalização das mulheres?

Autores

  • Marie France Labrecque Université Laval

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0104-026X2010000300015

Palavras-chave:

Gênero, Transversalização, Consenso de Washington, México, Microcrédito

Resumo

Este artigo é baseado numa pesquisa desenvolvida no sul do México na qual tratouse de observar de que maneira uma recomendação formulada no plano internacional, como a transversalização do gênero, transforma-se em contextos nacional e local. Foi, de fato, a perspectiva de transversalização do gênero que norteou de maneira evidente a instauração do programa mexicano de igualdade de gênero e, por consequente, a criação dos institutos de igualdade de gênero. Sabe-se que esta abordagem vem se impondo desde a Declaração e o conjunto de ações da Conferência de Beijing, em 1995, quando foi declarado que, a partir de então, seria preciso levar em conta as consequências de toda decisão no âmbito do desenvolvimento dos homens e das mulheres respectivamente. 

Downloads

Publicado

2010-09-24

Edição

Seção

Dossiê