Gênero e deficiência: interseções e perspectivas

Anahi Guedes de Mello, Adriano Henrique Nuernberg

Resumo


O campo de estudos feministas e de gênero tem avançado à medida que se articula com outrascategorias de análise, tais como geração, classe, raça/etnia, orientação sexual, região e religião. Umaquestão, contudo, permanece à revelia do esforço de interseção dessas categorias, a saber, a deficiência.Para tanto, busca-se aqui avaliar algumas das possibilidades de análise de fenômenos sociais e culturais nasquais se considera oportuno o diálogo entre os estudos feministas e de gênero com o campo de estudossobre deficiência. Espera-se proporcionar maior visibilidade para o debate dessa questão, avaliando seupotencial analítico e político em vista da sua contribuição para as políticas públicas.


Palavras-chave


Gênero; Deficiência; Políticas Públicas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-026X2012000300003

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 Licença Creative Commons
A Revista Estudos Feministas está sob a licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Revista Estudos Feministas, ISSN 1806-9584, Florianópolis, Brasil.