A filosofia do direito de Hegel: o agir ético e político conforme a Moralität e a Sittlichkeit

Alcione Roberto Roani

Resumo


O objetivo deste artigo é investigar o problema do formalismo, dando enfase a G. W. F. Hegel e sua Rechtphilosophie, como proposta de objetivação dos conteúdos normativos do agir. A intenção é apresentar a versão de Hegel para o problema do formalismo em relação às determinacoes do agir na esfera ética, política e jurídica. Para a concretização de tal tarefa, é necessario investigar as considerações acerca da Moralitiit e da Sittlichkeit, pressupostos básicos para edificar um projeto recheado por uma filosofia do direito e pela figurado Estado político. As contribuições de Hegel para a efetivação da proposta de superação do formalismo encontram-se em Grundliniender Philosophie des Rechts, Uber die wissenscaftischen Behandlungsarten der Naturrechtse Phiinomenologie des Geistes. O autor apresenta, de forma sucinta, um esclarecimento, realcando alguns dos principais aspectos tanto das objeções quanto das tentativas de resposta ao problema.

Palavras-chave


Filosofia; Direito; Politica; Moral; Estado

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2005 Alcione Roberto Roani

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

 

.