Neoliberalismo e segurança: investigações a partir da obra de Michel Foucault

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2178-4582.2019.e74163

Palavras-chave:

Segurança, Neoliberalismo, Disciplina, Biopolítica, Governamentalidade

Resumo

Para quem busca pensar a segurança, Michel Foucault figura dentre os principais autores de referência. A partir do conceito de segurança presente em sua obra, este artigo pretende investigar como se configura a segurança no contexto
neoliberal contemporâneo. A pesquisa nos levou a pensar a ascensão do liberalismo como ponto de mudança na qual as práticas de governo tomaram a segurança como eixo da governamentalidade. Entendemos que o liberalismo emergiu com
a promessa republicana de liberdade para todos, mas se efetivou como sociedade de segurança cujas relações de poder se fundamentam no controle das populações.

Biografia do Autor

Lucio Flávio de Santana Gimenes, Universidade Federal de Goiás, Goiânia/GO, Brasil

Mestrando em Psicologia pela Universidade Federal de Goiás. Graduado em Psicologia pela Universidade Federal Fluminense.

Referências

CASTEL, R. A Insegurança Social: o que é ser protegido? Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.

DELEUZE, G. Foucault. São Paulo: Brasiliense, 2005.

DELEUZE,G. Conversações. (Peter Pál Pelbart, Trad.). São Paulo: Ed. 34, 2010.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. 1933 – Micropolítica e segmentaridade. Mil Platôs: capitalismo e esquizofrenia (Vol. 3). São Paulo: Ed. 34, 1996.

FOUCAULT, M. Vigiar e punir: o nascimento da prisão. Petrópolis, RJ: Vozes, 1987.

FOUCAULT, M. O sujeito e o poder. In: Rabinow, P.; Dreyfus, H. (Orgs.) Michel Foucault, uma trajetória filosófica: para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995.

FOUCAULT, M. Nascimento da biopolítica: curso dado no Collège de France (1978-1979). (Eduardo Brandão, Trad.). São Paulo: Martins Fontes, 2008a.

FOUCAULT, M. Segurança, território, população: curso dado no Collège de France (1977-1978). (Eduardo Brandão, Trad.). São Paulo: Martins Fontes, 2008b.

FOUCAULT, M. Em defesa da sociedade: curso dado no Collège de France (1975-1976). (Maria Ermantina de Almeida Prado Galvão, Trad.). São Paulo: Martins Fontes, 2010.

FOUCAULT, M. Polêmica, Política e Problematizações. In: Motta, M. B. da (Org.). Ditos e escritos. Ética, Sexualidade, Política, Vol. 5. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014.

GUATTARI, F.; ROLNIK, S. Micropolítica – cartografias do desejo. 12 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1993.

MIZOGUCHI, D. H. O tacão das botas e as amizades: as políticas do olhar entre o poder e a resistência. Revista Transversos, v. 12, p.359-371, 2018. doi: 10.12957/transversos.2018.33711.

SCHEINVAR, E. O feitiço da política pública: escola, sociedade civil e direitos da criança e do adolescente. Rio de Janeiro: Lamparina, 2009.

SILVA, R. N. da. A invenção da Psicologia Social. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.

GOMES, A. (Dir.). A última abolição. [Filme-vídeo]. BR, 2017. 85 min.

Downloads

Publicado

2020-07-08

Edição

Seção

Artigos