Articulando gênero, sexualidade e subjetividade.

Laura Helena Chaves Nunes Vieira

Resumo


Neste estudo sobre a mulher, inserida em contexto patriarcal e capitalista, busquei elementos sócio-psicológicos que influenciam na vivência e construção do papel feminino em relação a sua sexualidade. Entrevistei seis mulheres entre 30 e 42 anos, com renda familiar entre 10 e 20 salários mínimos, com escolaridade universitária e com dois filhos sendo uma sem filhos. Possuem vida sexual ativa no mil limo há cinco anos e relação estável com o mesmo parceiro, presente ou passada, de, no mínimo, dois anos. Os dados foram trabalhados através do procedimento metodológico denominado analise compreensiva de base fenomenológica (Nara Bernardes, 1991). Ao analisar o discurso feminino, destaca-se que a sexualidade dessas mulheres foi marcada por uma série de estratégias de interdição e transgressão em à relação fruição do prazer sexual feminino.
Para algumas, desfrutar da sua sexualidade se apresenta como uma realidade, enquanto para outras é ainda uma utopia.

Palavras-chave


Psicologia social; Gênero; Sexualidade; Subjetividade.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 1997 Laura Helena Chaves Nunes Vieira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

 

.