Qualidade de vida no trabalho

Carla Cristina Dutra Búrigo

Resumo


Este artigo, originado da Pesquisa: Qualidade de Vida no Trabalho: um estudo de caso na UFSC, tem como objetivo principal analisar como se caracteriza a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT), na percepção dos servidores e dirigentes da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A opção pelo tema da pesquisa justifica-se por ser essencial a qualquer organização que tenha por meta a satisfação, o desenvolvimento e a produtividade de seus trabalhadores, bem como a implantação de programas de qualidade e /ou produtividade, pois QVT tem sido foco de, relativamente poucos, trabalhos acadêmicos com aplicação em universidades públicas. A metodologia adotada é predominantemente qualitativa e este estudo caracteriza-se por ser do tipodescritivo / exploratório, privilegiando o estudo de caso, como modo de investigação. Para o desvelamento da pergunta desta pesquisa, foram utilizadas as oito categorias de WALTON (1973), como norteadoras na caracterização do que é QVT. Os resultados mostraram que, para os servidores e dirigentes da UFSC, QVT caracteriza-se pela presença de boas condições de trabalho (aspectos fisicos e sociais) e satisfação no trabalho, entendida aqui como extensão da qualidade de vida.


Palavras-chave


Qualidade de Vida no Trabalho (QVT)

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 1997 Carla Cristina Dutra Búrigo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

 

.