Prevenção da recaída: um programa de ajuda para dependentes químicos em recuperação

José Baus

Resumo


De acordo com o Modelo Transteorético de PROCHASKA et. al. e colaboradores (1988, 1991 e 1992), co processo de mudança de comportamento do dependente químico é semelhante ao processo de mudança de outros comportamentos disruptivos. Por outro lado, o modelo  de Prevencdo da Recaída (MARLATT e GORDON, 1993), baseado principalmente nas contribuições da Terapia Cognitiva e da Terapia Comportamental, tem sido aplicado em vários contextos. Este modelo é visto como um instrumento ail na manutenção de comportamentos adequados no processo de recuperação do dependente (pimico. Com base nesses dois modelos, elaborou-se um programa terapêutico adaptado, principalmente, ao aconselhamento individual, ao invés de grupal. Este programa também é aplicado a dependentes químicos (principalmente de álcool, cocaína e/ ou solventes) que participam de grupos de ajuda mútua, dentro do campus de urna universidade pública. Este trabalho descreve as características principais deste programa.

Palavras-chave


Prevenção da recaída; Processo de mudança comportamental; Recuperação de dependentes químicos.

Texto completo:

PDF/A


Direitos autorais 1999 Revista de Ciências Humanas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons

 

.