Representações sociais na nutrição

Autores

  • Aída Couto Dinucci Bezerra Universidade Federal do Mato Grosso
  • Edgard Romero Fernández UCLV/CUBA
  • Maria Luiza González Ibarra UCLV/CUBA
  • Ricardo Grau Abalo UCLV/CUBA

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Representação social, Práticas sociais, Educação, Saúde, Nutrição

Resumo

Este trabalho tentou compreender os significados das representações dos alunos de Nutrição na Universidade Federal de Mato Grosso sobre o curso e sobre a profissão. Utilizou-se a técnica de grupo focal com roteiro temático e diário de campo por observação participante, a análise de documentos oficiais internos e externos ao curso de graduação e questionário com perguntas mistas elaboradas a partir do método de evocação livre e hierarquização de itens. Os dados obtidos a partir do grupo focal passaram por uma análise de conteúdo. Os dados obtidos pelo questionário foram analisados através do programa estatistico SPSS 9.0. 0 trabalho pesquisou 24 egressos, exclusivamente do sexo feminino, na faixa etária entre 21 e 32 anos, agrupados em dois semestres do ano de 2000. O cruzamento dos resultados mostrou uma relação dialética, de subordinação, dominação e resistência entre a representação social do grupo estudado e o discurso oficial dominante.

Biografia do Autor

Aída Couto Dinucci Bezerra, Universidade Federal do Mato Grosso

Graduação em Nutrição pela Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT. Especialização em Educação Em Saúde Pública pela Universidade de Ribeirão Preto, UNAERP. Mestrado em Ciências da Educação pela Universidade Central Marta Abreu de Las Villas. Doutorado em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo, USP.

Mais informações no Currículo Lattes.

Downloads

Publicado

2000-01-01