Percursos e experiências da psicologia no sistema único de assistência social em Joinville/SC

Letícia de Andrade, Allan Henrique Gomes, Josyane Alves de Souza, Guilherme Caetano Braga

Resumo


Este trabalho nasceu do propósito de conhecer a participação da psicologia na implantação do Sistema Único de Assistência Social no município de Joinville - SC. A composição metodológica que norteou a atividade desta investigação foi a pesquisa de campo exploratória de cunho qualitativo, com a produção de informações realizada por meio de entrevistas, com três profissionais que participaram/contribuíram no processo histórico de implantação da política municipal de assistência social nos parâmetros do SUAS. As entrevistas foram analisadas a partir do método de análise de conteúdo, especialmente, no diálogo com referências da psicologia social brasileira. A partir das memórias e experiências das três participantes da pesquisa foi possível conhecer questões históricas da implantação do SUAS e dos serviços ofertados na cidade, bem como os dilemas na atuação profissional, afetações e desafios. Além de reflexões acerca dos aspectos relacionados aos modos de fazer assistência e a constituição dos trabalhadores deste setor.


Palavras-chave


assistência social; psicologia social; memórias da psicologia

Texto completo:

PDF

Referências


ALBERTO, M. de F. P.; FREIRE, M. L.; LEITE, F. M.; GOUVEIA, C. N. N. A. As políticas públicas de assistência social e a atuação profissional. In: OLIVEIRA, I. F. de; YAMAMOTO, O. H. (Orgs.). Psicologia e políticas sociais: temas em debate. Belém: Ed. da UFPA, 2014. p.127-174

BOSI, E. O tempo vivo da memória: ensaios de psicologia social. São Paulo: Ateliê Editorial, 2003.

BRASIL. Lei nº 7.742, de 07 de dezembro de 1993. Lei Orgânica de Assistência Social. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 1993.

BRASIL. Ministério do desenvolvimento social e combate à fome. Política Nacional de Assistência Social – PNAS. Brasília, DF, 2004.

BRASIL. Ministério do desenvolvimento social e combate a fome. Norma Operacional Básica de Recursos Humanos do SUAS. Brasília, DF, 2006.

BRASIL. Ministério do desenvolvimento social e combate à fome. Orientações Técnicas – Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Brasília, DF, 2009.

BRASIL. Ministério do desenvolvimento social e combate à fome. Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Brasília, DF, 2015. Disponível em: . Acesso em: 25 maio 2015.

COIMBRA, C. M. B.; NASCIMENTO, M. L. do. Implicar. In: FONSECA, T.M.G.; MARASCHIN, C.; NASCIMENTO, M. L. (Orgs.) Pesquisar na diferença: um abecedário. Porto Alegre: Sulina, 2012. p.131-133.

COELHO, I. Pelas tramas de uma cidade migrante. Joinville: Editora Univille, 2010.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA - CFP; CENTRO DE REFERÊNCIA TÉCNICA EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS - CREPOP. Referências Técnicas para atuação do/a Psicólogo/a no CRAS/SUAS. Brasília, DF: CFP, 2007.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA - CFP; CENTRO DE REFERÊNCIA TÉCNICA EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS - CREPOP. Como os psicólogos e as psicólogas podem contribuir para avançar o sistema único de assistência social (SUAS): informações para gestoras e gestores. Brasília, DF: CFP, 2011.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA - CFP; CENTRO DE REFERÊNCIA TÉCNICA EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS - CREPOP. Referências Técnicas para Prática de Psicólogas(os) nos Centros de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS. Brasília, DF: CFP, 2013.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA – CFP; CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL - CFSS; Parâmetros para a atuação de assistentes sociais e psicólogos(as) na Política de Assistência Social. Brasília. Brasília, DF: CFP, 2007.

CRUZ, L. R.; GUARESCHI, N. (Orgs.). Políticas públicas e assistência social: diálogo com as práticas psicológicas. Petrópolis: Vozes, 2013.

MINAYO, M. C. de S. (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 34. ed. Petrópolis: Vozes, 2015.

MUNIZ, E. Equipes de referência no SUAS e as responsabilidades dos trabalhadores. In: Gestão do trabalho no âmbito do SUAS: uma contribuição necessária para ressignificar as ofertas e consolidar o direito socioassistencial. Brasília, DF: MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME, 2011. p. 97.

OLIVEIRA, I. F.; SOLON, A. F. A. C.; AMORIM, K. M. de O.; DANTAS, C. M. B. A prática psicológica na proteção social básica do SUAS. Psicologia & Sociedade[online], v. 23, n. spe., p. 140-149, 2011.

OLIVEIRA, I. F. Os desafios e limites para a atuação do psicólogo no SUAS. In: CRUZ, L. R.; GUARESCHI, N. (Orgs.). O psicólogo e as políticas públicas de assistência social. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2014. p. 35-51.

JOINVILLE (Cidade). Secretaria de Assistência Social – SAS. Competências. Prefeitura Municipal de Joinville (SC). Disponível em: Acesso em: 20 abr. 2015.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Nova Hamburgo: Feevale, 2013.

REIS, C.; GIUGLIANI, S.; PASINI, V. L. Conversando sobre a psicologia e o SUAS: potencialidade e desafios para a atuação profissional dos psicólogas/os na política de assistência social. In: CRUZ, L. R.; GUARESCHI, N. O psicologo e as políticas públicas de assistência social. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2014. p. 149-166.

SILVEIRA, A.; COBALCHINI, C.; MENZ, D.; VALLE, G.; BARBARINI, N. Caderno de Psicologia e Políticas Públicas. Curitiba: Gráfica e Editora Unificado, 2007.

SPINK, P. K. O pesquisador conversador no cotidiano. Psicologia & Sociedade, Porto Alegre, v. 20, n spe., p. 70-77, 2008.

ZAGO, N. “A entrevista e seu processo de construção: reflexões com base na experiência prática de pesquisa”. In: ZAGO, N.; CARVALHO, M. P.; VILELA, R. A. T. (Orgs.). Itinerários de pesquisa: perspectivas qualitativas em Sociologia da Educação. Rio de Janeiro: DP&A, 2003. p. 287-309.




DOI: https://doi.org/10.5007/2178-4582.2017v51n1p230

Direitos autorais 2017 Letícia de Andrade, Allan Henrique Gomes, Josyane Alves de Souza, Guilherme Caetano Braga

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

 

.