Diálogos entre a robótica educacional e a sala de aula: um estudo de caso

Carla Vasques, Nacim Miguel Francisco Júnior

Resumo


O presente trabalho tem por tema a Robótica e os processos educacionais. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, desenvolvida a partir da implantação de um Laboratório de Robótica Educacional em uma escola da rede particular de Tubarão/SC. Como referenciais teórico-conceituais têm-se o construtivismo e o construcionismo. Defende-se a Robótica como um recurso bilateral, capaz de auxiliar ao aluno e ao professor. Contudo, tais possibilidades não são inerentes à tecnologia. A manipulação de um objeto não permite a tomada de consciência das suas características e propriedades,  tampouco desenvolve a criticidade e a capacidade de reflexão. Para tanto, são primordiais a discussão, o diálogo da tecnologia com a sala de aula, a intervenção de um professor que interpreta, instiga e contextualiza. São processos que, para serem acionados, dependem também (e sobretudo) das políticas públicas, das propostas de formação, da gestão escolar, da qualificação dos espaços escolares.


Palavras-chave


Robótica Educacional; Processos Educacionais; Tecnologia Educacional; Educação Tecnológica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-9288.2010v6n1p3



Direitos autorais 2010 Carla Vasques, Nacim Miguel Francisco Júnior

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Texto DigitalUniversidade Federal de Santa CatarinaFlorianópolisSanta Catarina, Brasil. ISSNe 1807-9288

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.