Leitura: da tabuleta de argila a tela dos computadores

Eliane Golçalves Costa Anderi, Mirza Seabra Toschi

Resumo


Esta reflexão teórica é fruto da pesquisa “Leitura na Tela” que teve como objetivo investigar o modo de leitura nas telas dos computadores que têm acontecido em escolas da rede estadual pública.  A leitura na tela tem instigado diversos pesquisadores a refletir sobre suas especificidades, como Chartier que observa que “a cultura do texto eletrônico seja (é) forçosamente um mundo de telas”. Weissberg, por sua vez, acredita que a tela não é mais superfície de projeção ou de recepção, mas é órgão de visão, tornando as imagens sintéticas, com que convivemos, em uma nova escrita e uma nova leitura. Nesta leitura privada, autônoma e protagonista do texto na tela, o leitor pode ser o autor, o editor, o distribuidor de textos escritos por ele e por outro. A linguagem hipermídia, segundo Santaella, se caracteriza por: hibridização de linguagens (sons, imagens fixas/movimento, textos, códigos, signos); organização dos fluxos informacionais em arquiteturas hipertextuais; possui um cartograma navegacional e uma linguagem interativa, o que garante a imersão dos leitores. Santaella identifica três tipos de leitores: o contemplativo, o movente e o imersivo e três tipos de usuários da Internet: o novato, o leigo e o experto. Além de conhecer, descrever, analisar e interpretar o modo como professores e estudantes da Educação Básica lêem na tela, brevemente apresentados aqui, a equipe do estudo também investe na formação dos professores para o uso pedagógico das novas mídias.


Palavras-chave


Leitura na tela; Usuários da Internet; Leitura no computador

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-9288.2012v8n2p53



Direitos autorais 2012 Eliane Golçalves Costa Anderi, Mirza Seabra Toschi

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Texto DigitalUniversidade Federal de Santa CatarinaFlorianópolisSanta Catarina, Brasil. ISSNe 1807-9288

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.