A (des)construção dos dizeres sobre a Amazônia nas enciclopédias de conteúdo colaborativo na web

Lucília Maria Sousa Romão, Thaís Harumi Manfré Yado, Vivian Lemes Moreira

Resumo


Este artigo tem como intento refletir, a partir da perspectiva da Análise do Discurso de linha francesa, a inscrição dos saberes e os efeitos de sentidos sobre o significante “Amazônia”, instalado pelos sujeitos-navegadores nas enciclopédias de conteúdo colaborativo, a Wikipédia e Desciclopédia, no ambiente da Web 2.0. Investigaremos as condições de produção do discurso através da escrita coletiva na rede e as marcas ideológicas deixadas pelos sujeitos nas enciclopédias online. Discutiremos também, o confronto de sentidos instalados na Desciclopédia, sob a forma de desconstrução dos “moldes tradicionais” de funcionamento de uma enciclopédia, com o discurso próximo à paródia e ao non-sense. Assim, buscamos refletir sobre como se dá o processo de constituição, produção e circulação de discursos de/sobre a construção coletiva de uma enciclopédia.


Palavras-chave


Sujeito; Sentido; Enciclopédia; Conteúdo colaborativo; Amazônia

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-9288.2012v8n2p83



Direitos autorais 2012 Lucília Maria Sousa Romão, Thaís Harumi Manfré Yado, Vivian Lemes Moreira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Texto DigitalUniversidade Federal de Santa CatarinaFlorianópolisSanta Catarina, Brasil. ISSNe 1807-9288

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.