A montagem audiovisual a partir de mapa multitemporal

Leonardo Souza

Resumo


Situado no âmbito da discussão sobre tecnologias contemporâneas no ensino das artes audiovisuais, este artigo trata do ensino da montagem audiovisual a partir da composição de multiplicidades temporais. Neste contexto o termo audiovisual designa o vídeo digital composto por múltiplos fluxos temporais. Essa definição se refere à aplicação do hipervídeo no estudo da montagem audiovisual, buscando estabelecer relações com as pesquisas sobre a tecnologia na arte e com o estudo das artes audiovisuais contemporâneas. Por multiplicidades temporais entendam-se os diversos fluxos temporais – tempos ucrônicos, segundo Couchot (2005) – que a imagem digital tornou possível perceber na montagem em rizoma. A partir do conceito de tempo ucrônico, este artigo busca investigar as formas temporais e as narrativas que se tornam possíveis na montagem audiovisual e seu aprendizado. Neste escopo também é apresentado o software desenvolvido para a montagem de multitemporalidades com o intuito de fornecer subsídio para o ensino da montagem nas artes audiovisuais.


Palavras-chave


Hipervídeo; Audiovisual; Tempo ucrônico; Montagem; Ensino de Arte; Tecnologias contemporâneas; Imagem-tempo; Rizoma

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-9288.2013v9n1p193



Direitos autorais 2013 Leonardo Souza

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Texto DigitalUniversidade Federal de Santa CatarinaFlorianópolisSanta Catarina, Brasil. ISSNe 1807-9288

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.