Atame: performar o corpo maquínico despedaçado

Otávio Guimarães Tavares

Resumo


Este ensaio explora a obra Atame: a angústia do precário do artista digital Wilton Azevedo tendo em vista a multiplicidade de versões disponíveis da obra – como performance ao vivo, versão interativa em DVD e vídeo-poema – e as possíveis implicações destes diferentes modos de operar. Ao mesmo tempo, lê-se a obra como marcada pela fragmentação corpórea em um cenário pós-rompimento amoroso, em que o corpo dilacerado da personagem se torna materialmente presente a partir do modo de navegar pela obra. Opera-se então uma dupla articulação em que a multiplicidade das diferentes versões da obra e a tentativa de reconstituição de um corpo perdido da personagem se apresentam como invariavelmente frustradas diante de uma tensão entre os elementos humanos e maquínicos que amarram o modo de ser atual da personagem e da obra.

Palavras-chave


Wilton Azevedo; Atame; Performance; Ação

Texto completo:

PDF/A

Referências


BECKETT, Samuel. Selected works of Samuel Beckett. New York: Grove Press, 2011.

BIRKENHAUER, Theresia. Entre fala e língua, drama e texto: reflexões acerca de uma discussão contemporânea (trad. Stephan Baumgärtel). Urdimento: revista de estudos em artes cênicas, Florianópolis, n. 18, p. 181-188, mar. 2012. Disponível em: . Acessado em: 01/04/2018.

BRAIDA, Celso R. Tópicos em ontologia. Florianópolis: Rocca Brayde, 2013.

BUTLER, Judith. Precarius lives: the power of mourning and violence. New York: Verso, 2006.

CÓZAR, Rafael de. Poesia e imagem: formas difíciles de ingenio literário. Sevilla: El Carro de la Nieve, 1991.

CRARY, Jonathan. 24/7: Late Capitalism and the Ends of Sleep. New York: Verso, 2014.

DELEUZE, Gilles. Pourparlers 1972-1990. Paris: Les Édition Minuit, 1990.

DUCHAMP, Marcel. Engenheiro do tempo perdido: entrevistas com Pierre Cabanne. (trad. António Rodrigues). Lisboa: Assírio & Alvim, 1990.

HATHERLY, Ana. A Casa das musas. Lisboa: Estampa, 1995.

______. A Experiência do prodígio: bases teóricas e antologia de textos-visuais portugueses dos séculos XVII e XVII. Lisboa: I.N.C.M, 1983.

LEHMANN, Hans-Thies. Postdramatic theatre. (Trad. Karen Jürs-Munby). New York: Routledge, 2006.

MCGUIRE, Richard. Here. New York: Pantheon Books, 2014.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

O’SHEA, José Roberto. Introdução. In: SHAKESPEARE, William. O Primeiro Hamlet: in-quarto de 1603. (org. e trad. José Roberto O’Shea). São Paulo: Hedra, 2013.

RICARDO, Francisco (ed.). Literary art in digital performance: case studies in new media art and criticism. New York: Continuum, 2009.

STOPPARD, Tom. Rosencrantz and Guildenstern are dead. New York: Grove Press, 1991.

TAVARES, Otávio G. Ação e artifício. 2015. 439f. Tese (Doutorado em Literatura) – Programa de Pós-Graduação em Literatura, Centro de Comunicação e Expressão, UFSC. Florianópolis, 2015. Disponível em: . Acesso em: 27 ago. 2017.

THOMASSON, Amie. Fiction and metaphysics. New York: Cambridge University Press, 1999.

WILTON, Azevedo. Atame: a angústia do precário. (versão DVD). São Paulo: Mackenzie, 2006. Versão demostrando o funcionamento do DVD. Disponível em: . Acessado em: 02/04/2018

______. Atame: a angústia do precário (versão Youtube). Disponível em: . Acessado em: 02/04/2018.

______. Atame: a angústia do precário (poemas transcritos). 2006. Disponível em: . Acessado em: 02/04/2018.




DOI: https://doi.org/10.5007/1807-9288.2018v14n2p37



Direitos autorais 2018 Otávio Guimarães Tavares

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Texto DigitalUniversidade Federal de Santa CatarinaFlorianópolisSanta Catarina, Brasil. ISSNe 1807-9288

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.