Das cantigas como processos combinatórios - protótipo de um trabalho de geração textual e intertextual a partir da poesia dos Cancioneiros e de releitura de Salette Tavares

Rui Torres

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1807-9288.2012v8n2p390

 

O objectivo deste trabalho, provisoriamente intitulado "Cantiga", é lançar as bases de um projecto que possa apresentar, comparar e agenciar, por via da intertexualidade e da participação, um diálogo entre cantigas medievais (a poesia do trovadorismo) e algumas releituras que delas foram feitas por poetas portugueses contemporâneos (no âmbito do experimentalismo literário português, neste caso, um poema de Salette Tavares). Trata-se portanto de um protótipo, mais do que um trabalho finalizado. Como em outros trabalhos de investigação criativa que tenho feito, pretendo aqui fazer uso das potencialidades do computador como máquina criativa, como gestor e manipulador de símbolos numéricos.


Palavras-chave


Criação digital; Poesia; Cantigas; Cancioneiros

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1807-9288.2012v8n2p390



Direitos autorais 2012 Rui Torres

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Texto DigitalUniversidade Federal de Santa CatarinaFlorianópolisSanta Catarina, Brasil. ISSNe 1807-9288

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.