Guimarães Rocha (ou Glauber Rosa)

Jair Tadeu da Fonseca

Resumo


Este ensaio visa abordar o "romance" Riverão Sussuarana, de Glauber Rocha, em que o autor e Guimarães Rosa se tornam personagens. A neobarroca linguagem de excessos que constitui a narrativa apresenta uma escrita de exceção, até mesmo uma neografia, ou heterografia, de caráter alegórico, como desafio à ortografia e como afirmação autográfica de uma autoria fantasmagórica.


Palavras-chave


Neobarroco; Neografia; Glauber Rocha; Guimarães Rosa

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x



outra travessia, eISSN 2176-8552, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

CC-by-NC icon
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.