A literatura entre fronteiras e deslocamentos: corpo, papel e imagem

Autores

  • Alai Garcia Diniz UFSC

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Augusto Roa Bastos, Oralidades, Imagens, Corpo, Papel

Resumo

Esse estudo propõe esboçar uma leitura inter-fronteiriça para refletir sobre a literatura transnacional à luz de textos e textualidades de Augusto Roa Bastos. A relação entre a produção roabastiana no exílio portenho; o contato com o que resta da proposta da "nova novela latino-americana" e suas praticas experimentais como roteirista, que supõem uma máquina de ler transgressiva com referência à concepção convencional do que se entende por literatura, incorporando, além do papel, o corpo e a imagem.

Biografia do Autor

Alai Garcia Diniz, UFSC

Bacharel em Letras Português e Espanhol pela Universidade de São Paulo (1973), mestrado em Letras (Língua Espanhola e Lit. Espanhola e Hispano-Americ.) pela USP (1992) com doutorado em Lit. Espanhola e Hispano-Americ.) pela USP (1997).

Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Downloads

Publicado

2008-01-01

Edição

Seção

Cinema, literatura, história