Conversa com Christophe Bident, biografo de Maurice Blanchot

Autores

  • Sérgio Medeiros UFSC

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Teoria Literária, Maurice Blanchot, Christophe Bident

Biografia do Autor

Sérgio Medeiros, UFSC

Professor Associado I. Possui mestrado em Letras (Teoria Literária e Literatura Comparada) pela Universidade de São Paulo (1990) e doutorado em Letras (Teoria Literária e Literatura Comparada) pela Universidade de São Paulo (1995). Realizou estágio de pós-doutorado na Stanford University (2001). Atualmente é professor associado na Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Comparada, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura-mitologia-viagem, mito-literatura-arquétipos, heroi - mito - deuses, poesia e poesia indígena-poesia contemporânea-canto. Tradutor e poeta, publicou, entre outros, dois livros de poemas e prosas: "Alongamento" (Ateliê, Cotia, 2004) e "Mais ou menos do que dois" (Iluminuras, São Paulo, 2001). Como tradutor, verteu na íntegra para o português, com revisão técnica de Gordon Brotherston (Stanford University), a cosmogonia maia-quiché "Popol Vuh" (Iluminuras, São Paulo, 2007). Desde 1997 vem reeditando a obra do Visconde de Taunay. (Ensaios, poemas e prosas do autor estão disponíveis no site www.centopeia.net, criado em 2006 e editado por Dirce Waltrick do Aamarante e Sérgio medeiros.) Sua poesia já foi traduzida para o inglês e o espanhol. É membro do Editorial Board da publicação "Mayan Studies Journal/Revista de Estudios Mayas", The Ohio State University.

Downloads

Publicado

2008-01-01

Edição

Seção

Bident com Blanchot