Viagem de inverno, de Helder Macedo, escrito em português

Autores

  • Stélio Furlan Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/2176-8552.2010n10p79

Palavras-chave:

Helder Macedo, Literatura de viagem, Poesia

Resumo

Helder Macedo mantém fixo um olhar na (sua) contemporaneidade: e o que observa é um tempo grávido de anacronias. O presente ensaio visa discorrer sobre o livro de poemas intitulado Viagem de Inverno, de Helder Macedo, lançado em 2000. Trata-se de um conjunto de instantâneos do vivido do sujeito poético, vazados em tonalidade crepuscular, que nada disfarçam a filiação deste livro ao topos da escrita-viagem. Nesse sentido, cumpre investigar o modo pelo qual os poemas de Viagem de inverno, tecidos ao ritmo da deambulação, abrem um diálogo criativo e produtivo com a tradição, rearticulando noutras variações, para, ao sugerir o caráter fugidio da identidade de um viajante invernal, se colocar em compasso com a contemporânea literatura de viagem.

Downloads

Publicado

2010-01-01