O movimento de corte (sob uma falsa sensação de presente): observações (a)cerca da Disseminação de Jacques Derrida

Ana Carolina Teixeira Pinto

Resumo


Este texto crítico analisa o movimento de corte feito por Jacques Derrida no conjunto de textos da publicação Disseminação, de 1972, mais especificamente o texto “La double séance”, publicado inicialmente na revista Tel Quel (No 41 e 42) em 1970 e “Hors Livre (Préfaces)”, agregado posteriormente. O jogo citacional textual, além do próprio jogo gráfico feito na forma da organização do texto derridiano, são pensados aqui como movimentos de um jogo textual/cênico. Para tanto, elaboramos um discurso com inferências a diferentes recursos artísticos/lúdicos como o jogo de xadrez, o mimodrama, o cinema, a tourada e o movimento de um leque.


Palavras-chave


Polissemia; Disseminação; Jogo citacional

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2176-8552.2012n13p189



outra travessia, eISSN 2176-8552, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

CC-by-NC icon
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.