Samuel Beckett y el teatro de la palabra ausente

Autores

  • Lucas Margarit UFSC

DOI:

https://doi.org/10.5007/2176-8552.2013n16p121

Palavras-chave:

Beckett, realidade mental, voz

Resumo

Neste trabalho exporemos aspectos da poética de Samuel Beckett que serão projetados para um teatro onde o silêncio é provavelmente o fator mais importante da representação. A impossibilidade de dizer e a representação de uma realidade mental de natureza linguistíca levarão o seu teatro a expor uma série de situações onde os personagens se encontrarão quase imóveis, colocando a ação nas palavras que constroem imagens mentais centradas de diferentes maneiras no silêncio.

Biografia do Autor

Lucas Margarit, UFSC

Doctor en Letras por la Universidad de Buenos Aires, su tesis trató acerca de la poesía de Samuel Beckett. Es poeta, docente e investigador en la cátedra de Literatura Inglesa de la UBA y traductor.

Publicado

2014-07-11

Edição

Seção

Artigos