(O comunismo responde com a) Politização da arte

Autores

  • André Piazera Zacchi UFSC

DOI:

https://doi.org/10.5007/2176-8552.2017n23p179

Palavras-chave:

Politização, Arte, Benjamin

Resumo

No presente ensaio proponho uma leitura da expressão “politização da
arte” utilizada por Walter Benjamin na última linha de sua teoria estética, o
ensaio A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica. Procuro conter a leitura
dessa expressão na unidade do fragmento “Estética da guerra”, o último do
ensaio citado, para só então buscar aporte em outro ensaio, no qual Benjamin
se preocupa com a poética: O autor como produtor. “Politizar a arte” não passa
por veicular nas obras uma tendência ideológica, mas dar atenção aos meios
de sua produção, para que a obra de arte não seja mais um produto qualquer,
apropriável pelo capitalismo, adulada com elogios de genialidade única do artista,
mas um instrumento técnico ao alcance de todos.

Downloads

Publicado

2017-06-26