Modelos organizacionais de administração pública: um estudo dos aspectos da realidade cearense na estrutura de referência das reformas do Estado

Autores

  • Maria Lucineide Serpa Gomes Universidade de Fortaleza
  • Francisco Correia de Oliveira Universidade de Fortaleza

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8077.2010v12n28p105

Palavras-chave:

Administração pública. Modelo burocrático. Modelo gerencial. Resultados.

Resumo

A Administração Pública Gerencial é um tema bastante debatido no Brasil e nomundo. Sua origem é historicamente datada nos anos 80 e atribuída às necessidades decorrentes das crises econômicas e fiscais que atingiram muitos países naquela década e uma resposta à crise do Estado do Bem-Estar. A resposta foi dada com a ascensão de um conjunto de abordagens que apregoavam a aplicação dos princípios de mercado e da lógica do setor privado na Administração Pública. O estudo tem como objetivo analisar a relação entre as práticas do modelo gerencial e a modernização e eficiência da administração estadual cearense. Os objetivos específicos concentram-se em apresentar os modelos de Administração Pública; identificar as reformas realizadas na Administração Pública brasileira até os dias atuais; analisar as práticas do modelo gerencial aplicadas na administração estadual cearense. A pesquisa é exploratória, de natureza qualitativa, delineada como pesquisa bibliográfica e documental. Foram realizadas entrevistas, e a partdelas foi desenvolvida a análise de conteúdo. Para a escolha dos respondentes da pesquisa de campo foi considerado o critério de ligação do entrevistado com o processo de modernização da Administração Pública estadual cearense. Assim, foram selecionados gestores, ou ex-gestores, de secretarias mais envolvidas com o processo de implementação e pesquisadores que participaram do modelo gerencial no Estado do Ceará. A contribuição deste trabalho resulta na melhor avaliação da modernização da administração estadual cearense e suas consequências.

Downloads

Publicado

2010-01-01