Gestão por Avaliação de Desempenho: uma aplicação ao serviço de saúde da Marinha do Brasil

Autores

  • Marcelino José Jorge INSTITUTO DE PESQUISA CLÍNICA EVANDRO CHAGAS - IPEC/FIOCRUZ
  • Frederico A. de Carvalho Faculdade de Administração e Ciências Contábeis (FACC) - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Marcelo Pereira de Carvalho Divisão de Controles Especiais - Pagadoria de Pessoal - Marinha do Brasil
  • Marina Filgueiras Jorge Instituto Nacional da Propriedade Industrial

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8077.2013v15n36p69

Palavras-chave:

DEA, Análise Markoviana, Unidades Hospitalares, Marinha do Brasil.

Resumo

As restrições do orçamento da Marinha do Brasil podem reduzir o volume de serviços de saúde prestados pelo Sistema de Saúde da Marinha, apesar de existir uma maior capacidade de resposta das novas tecnologias de assistência e de aumento do número de usuários contribuintes. Este artigo tem o objetivo de avaliar os hospitais navais da Marinha do Brasil no período 2000-2008 à luz dessas preocupações, com vistas a sugerir melhorias pró-eficiência no uso dos recursos produtivos do Sistema de Saúde da Marinha. Calculada uma fronteira de eficiência de sete hospitais navais com o auxílio da Análise Envoltória de Dados (Data Envelopment Analysis – DEA), os hospitais navais relativamente eficientes foram usados como benchmarks para calcular os planos de operação pró-eficiência dos demais. A hipótese markoviana foi utilizada na análise da transição dos hospitais navais entre os estados de eficiência e de ineficiência no longo prazo.

Downloads

Publicado

2013-08-26

Edição

Seção

Artigos