Os Processos de Socialização dos Sucessores em Empresas Familiares: o desafio de construir a transição multigeracional

Autores

  • Ana Luiza Albuquerque Cruz Centro de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração da Universidade Federal de Minas Gerais (CEPEAD/ UFMG).
  • Janete Lara de Oliveira Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais Centro de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8077.2014v16n39p236

Palavras-chave:

Organização familiar, Sucessão, Socialização.

Resumo

No âmbito de uma empresa familiar, a literatura reconhece que a interação entre família e empresa é uma das principais dimensões constituintes e influenciadoras das dinâmicas dessas organizações, sobretudo, do processo sucessório. Este trabalho tem por objetivo analisar o processo de socialização de membros de uma família empresária e sua influência na constituição da dinâmica do processo de sucessão. Para tanto, adotou-se uma abordagem qualitativa apoiada na técnica do estudo de caso realizado em uma empresa do setor de drogaria e varejo que atua há mais de cem anos na região metropolitana de Belo Horizonte. A partir das entrevistas realizadas com os sujeitos pesquisados, é possível observar que a inserção precoce do herdeiro-sucessor na dinâmica da empresa possibilitou que ele se projetasse como o guardião dos valores familiares, portador de competências reconhecidas externamente, depositário do legado e responsável pela continuidade da empresa da família. Todas essas capacidades contribuíram para legitimar os herdeiros-sucessores no processo de sucessão da empresa pesquisada.

Biografia do Autor

Ana Luiza Albuquerque Cruz, Centro de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração da Universidade Federal de Minas Gerais (CEPEAD/ UFMG).

Mestre em Administração pelo Centro de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração da Universidade Federal de Minas Gerais. Assistente de pesquisa da Betania Tanure Associados e do Núcleo de Estudos Organizacionais e Sociedade (NEOS) da Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG. Possui graduação em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2008).

Janete Lara de Oliveira, Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais Centro de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração

Possui graduação em Administração pela Universidade FUMEC (1981), mestrado em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais (1987) e doutorado em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais (2000). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de Minas Gerais. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração, atuando principalmente nos seguintes temas: estratégias gerenciais, estratégia e competitividade, estratégias corporativas, governança corporativa, gestão de instituições de ensino superior e efetividade organizacional. É bolsita de produtividade do CNPq e desenvolve projeto de pesquisa financiado pela FAPEMIG

Downloads

Publicado

2014-08-15

Edição

Seção

Artigos