Gestão do conhecimento e vantagem competitiva: estudo no setor metal mecânico

Andressa Centenaro, Angela Maria Ortolan Bonemberger, Claudionor Guedes Laimer

Resumo


O estudo tem como objetivo analisar os fatores relacionados à cultura organizacional que auxiliam nos processos de gestão do conhecimento, colaborando para geração de vantagem competitiva nas empresas do setor metal mecânico. Para tanto, foi realizada uma pesquisa quantitativa com estratégia de levantamento de dados, mediante a aplicação de um questionário estruturado em uma amostra de 63 profissionais colaboradores de 13 empresas do setor metal mecânico. Os resultados foram analisados através da regressão múltipla e indicam que para o segmento estudado, a aprendizagem e a confiança são preditores positivos e significativos da gestão do conhecimento. Dessa forma, pode-se inferir que as empresas que estimularem seus colaboradores para a aprendizagem e investirem na manutenção da confiança entre os membros da organização, poderão obter melhor desempenho na gestão do conhecimento. Por fim, os resultados revelam ainda, que a gestão do conhecimento influencia diretamente o desempenho e a efetividade organizacional, demonstrando que o uso e o compartilhamento dos conhecimentos tácito e explícito são geradores de vantagem competitiva frente aos concorrentes. 


Palavras-chave


Vantagem competitiva; Gestão do Conhecimento; Colaboração; Confiança; Aprendizagem.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8077.2016v18n44p38

Revista de Ciências da Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Administração, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista RCA, encaminhe um e-mail para rca.cse@contato.ufsc.br

ISSNe 2175-8077    ISSN 1516-3865

Licença Creative Commons
This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.