Presenteísmo: causas e consequências de um mal subterrâneo

Autores

  • Giovanna Garrido Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer - Núcleo de Gestão Empresarial- Campinas - SP.
  • Adriana Vazzoler Mendonça Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer - Núcleo de Gestão Empresarial , Campinas - SP /Anhanguera Educacional, Campinas/SP. Brasil.
  • Kelly Marques de Oliveira Lopes Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer - Núcleo de Gestão Empresarial, Campinas - SP. / Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas/SP, BRASIL
  • Marco Antonio Silveira Faculdade de Campo Limpo Paulista - Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Administração. Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer - Divisão de Gestão de Empresas, Núcleo de Gestão Empresarial, Campinas, SP.

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8077.2017v19n48p54

Palavras-chave:

Presenteísmo, Não-trabalho no Trabalho, Desempenho, Produtividade

Resumo

Este estudo visa construir um mapa sistêmico incluindo as principais variáveis que circundam o construto Presenteísmo, denotando a forma como impactam na produtividade do trabalho e no desempenho das organizações. Classificado como pesquisa bibliográfica de cunho psicológico e sociológico, o estudo sustentou-se em referenciais teóricos disponíveis em periódicos julgados pertinentes à pesquisa. Considerando sua ocorrência na interface entre fatores pessoais e organizacionais, constatou-se que o comportamento presenteísta pode ser determinado por uma propensão individual voluntária ou pela própria irracionalidade da organização. A abordagem sistêmica do presenteísmo mostrou-se útil pelo fato de que, através dela, torna-se possível a compreensão das relações causais e das influências recíprocas, direta ou inversamente proporcionais, entre as variáveis de interesse, oferecendo subsídios para decisões e servindo de orientação para as estratégias de amenização deste fenômeno que ameaça a sustentabilidade organizacional.

Biografia do Autor

Giovanna Garrido, Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer - Núcleo de Gestão Empresarial- Campinas - SP.

Mestre em Engenharia de Produção - Programa de Pós Graduação em Engenharia de Produção - Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Pesquisadora Bolsista CNPq do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer - Núcleo de Gestão Empresarial

Adriana Vazzoler Mendonça, Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer - Núcleo de Gestão Empresarial , Campinas - SP /Anhanguera Educacional, Campinas/SP. Brasil.

Especialista em Administração e Gestão da Qualidade - Instituto Nacional de Pós-Graduação (INPG).
Pesquisadora do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer - Núcleo de Gestão Empresarial / Graduanda em Psicologia na Anhanguera Educacional, Campinas/SP, BRASIL








Kelly Marques de Oliveira Lopes, Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer - Núcleo de Gestão Empresarial, Campinas - SP. / Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas/SP, BRASIL

Mestre em Matemática Aplicada - UNICAMP - IMECC.
Pesquisadora do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer - Núcleo de Gestão Empresarial / Doutoranda em Matemática Aplicada na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas/SP, BRASIL.


Marco Antonio Silveira, Faculdade de Campo Limpo Paulista - Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Administração. Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer - Divisão de Gestão de Empresas, Núcleo de Gestão Empresarial, Campinas, SP.

Doutor em Engenharia Mecânica Processos de Fabricação. Faculdade de Engenharia Mecânica - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Professor no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Administração da Faculdade de Campo Limpo Paulista. Pesquisador de Nível Superior no Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer, Núcleo de Gestão Empresarial,

Downloads

Publicado

2017-08-30

Edição

Seção

Artigos