Disclosure de Boas Práticas de Governança Segundo Recomendações da ONU: Um Estudo nas Companhias Listadas no Segmento Novo Mercado sob a Perspectiva de Porte Empresarial

Dante Baiardo Cavalcante Viana Junior, Francisco Carlos da Costa Filho, Augusto Cézar de Aquino Cabral, Sandra Maria dos Santos

Resumo


O estudo analisou os níveis de disclosure de boas práticas de governança corporativa de companhias brasileiras segundo as recomendações da ONU, levando em conta características relacionadas ao porte empresarial. De natureza descritiva e quantitativa, o estudo utilizou dados secundários oriundos de diversos documentos, como Demonstrações Financeiras Anuais e Formulário de Referência de 43 empresas listadas no segmento Novo Mercado, da BM&FBovespa. A análise baseou-se em estatísticas descritivas, coeficientes de correlação e testes de diferenças de médias, adotando-se como proxies para mensuração do disclosure o Guia de Boas Práticas de Governança Corporativa da ONU. Os resultados sugerem elevados índices de atendimento aos indicadores propostos pelo Guia da ONU, em especial pelas empresas de Utilidade Pública. Por meio dos testes de diferenças de médias, foi possível constatar que, de fato, as empresas maiores apresentam níveis mais altos de disclosure de governança. Assim, constata-se o alinhamento das empresas brasileiras ao disclosure das boas práticas de governança sugeridas pela ONU, tendo o porte empresarial influência determinante na adesão à divulgação.



DOI: http://dx.doi.org/10.5007/%25x

Revista de Ciências da Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Administração, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista RCA, encaminhe um e-mail para rca.cse@contato.ufsc.br

ISSNe 2175-8077    ISSN 1516-3865

Licença Creative Commons
This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.