A relação entre o potencial de flexibilidade estrutural e o potencial de flexibilidade cultural na TCM Informática Ltda

Autores

  • Alessandra Zaguini UFSC - Florianópolis - SC
  • Eloise Helena Livramento Dellagnelo UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Cultura organizacional, Estrutura organizacional, Flexibilidade, Organizational culture, Organizational structure, Flexibility

Resumo

Este estudo objetivou verificar a relação entre o potencial de flexibilidade da cultura organizacional e o potencial de flexibilidade estrutural da TCM Informática Ltda. O método adotado nesta pesquisa foi o estudo de caso de caráter predominantemente qualitativo descritivo/interpretativo. A população deste estudo envolveu os empregados da organização com vínculo empregatício. Foram obtidos dados junto a fontes primárias e secundárias a partir de entrevistas semi-estruturadas, documentos da organização e observação direta do local de pesquisa. No total de vinte e nove funcionários, foram entrevistados dezessete empregados. Utilizou-se a análise de conteúdo e a análise documental como técnicas de análise dos dados coletados na pesquisa. A relação entre o potencial de flexibilidade da cultura organizacional e o potencial de flexibilidade estrutural da TCM Informática Ltda foi analisada a partir da caracterização da estrutura e cultura da organização, assim como de seus respectivos potenciais de flexibilidade e da comparação entre ambos. Os resultados deste estudo revelaram uma relação de congruência entre a tendência a um baixo potencial de flexibilidade estrutural e flexibilidade cultural da organização.

Biografia do Autor

Alessandra Zaguini, UFSC - Florianópolis - SC

Possui graduação em Bacharelado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1995) , graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996) , especialização em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996) e mestrado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (2002) . Atualmente é professor titular da Faculdade Energia de Administração e Negócios. Tem experiência na área de Psicologia , com ênfase em Psicologia do Trabalho e Organizacional.

Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Eloise Helena Livramento Dellagnelo, UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

ossui graduação em Bacharel em Administração pela UDESC(1986), graduação em Letras Habilitação Em Português e Inglês pela UFSC (1985), mestrado em Administração pela UFSC (1990) e doutorado em Engenharia de Produção pela UFSC (2000). Fez doutorado sanduiche em 1998 na Escola de Administração Pública da University of Southern California USC em Los Angeles. Atualmente é professora Adjunto III da Universidade Federal de Santa Catarina e vice coordenadora do curso de Mestrado em Administração da UFSC. Na graduação leciona a disciplina de Desenvolvimento de Recursos Humanos e no mestrado Metodologia da Pesquisa em Administração e Novos Modelos Organizacionais. É bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq e integrante do grupo de pesquisa Observatório da Realidade Organizacional. Vem desenvolvendo projetos de pesquisa sobre novas práticas organizativas, especialmente aquelas que se distanciam do modelo de gestão empresarial. Temas de interesse: estrutura organizacional, flexibilidade organizacional, novas formas organizacionais , terceiro setor, análise do discurso. http://lattes.cnpq.br/3244169701712582

Downloads

Publicado

2003-01-01

Edição

Seção

Artigos