Ética e responsabilidade social: o melhor investimento

Autores

  • Maria Cidália Tojeiro

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Responsabilidade social, Ética, Valores morais

Resumo

Às vésperas do terceiro milênio e com uma economia globalizada, o planeta se rende à Era da Informação. Uma teia impressionante de processos tecnológicos cruza sobre nossas cabeças, com milhares de informações fascinantes, proveitosas e até mesmo divertidas. O que ocorre é que tais informações trazem mudanças significativas na maneira de viver do ser humano e principalmente nos modelos econômicos praticados. Por mais paradoxal que pareça, as empresas "têm de ir devagar para chegar mais depressa" (Ury, 1999). Nesse processo, perdem-se valores importantes para a qualidade de vida dos seres humanos, que direta ou indiretamente são a razão de existir de tais empresas. Começa, então, o questionamento sobre alguns caminhos trilhados por essas empresas. Se são responsáveis diretas pelas pessoas ligadas a si (funcionários, fornecedores, clientes, investidores) e pela comunidade onde estão estabelecidas, suas decisões, embora visem auferir lucros, devem, ao mesmo tempo, conter valores éticos. As empresas desenvolvem a responsabilidade social, que é a equivalência para as empresas da cidadania para os indivíduos, ao adotarem uma postura ética.

Downloads

Publicado

2001-01-01

Edição

Seção

Artigos