Extrato de Matricaria recutita associado com norfloxacina e cefalexina aumenta a atividade antimicrobiana destes medicamentos contra Staphylococcus aureus

Autores

  • Rodrigo Rafael Maia Universidade Federal da Paraíba
  • Andréia Vieira Pereira Universidade Estadual de Londrina
  • Marcelo Biondaro Góis Universidade Estadual de Maringá
  • Karine Delgado Souza Universidade Estadual de Maringá
  • Vanessa de Melo Cavalcanti-Dantas Universidade Federal da Paraíba
  • Tatiane Kelly Barbosa De Azevêdo Universidade Federal de Campina Grande
  • Cristiane Melissa Thomazini Faculdade Ingá
  • Jozinete Vieira Pereira Universidade Federal da Paraíba
  • Onaldo Guedes Rodrigues Universidade Federal de Campina Grande
  • Maria do Socorro Vieira Pereira Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2017v30n2p25

Palavras-chave:

Antibióticos, Camomila, Microrganismos resistentes, Produtos naturais

Resumo

O surgimento de infecções bacterianas, incluindo aquelas associadas com Staphylococcus aureus, traz à tona uma necessidade de buscar novas estratégias mais eficazes para tratamento clínico. O uso de plantas medicinais associados com os antibióticos convencionais pode ser uma opção terapêutica. Atualmente, estudos evidenciam o efeito sinérgico alcançado através da combinação de extratos vegetais com antibióticos. Nosso objetivo foi avaliar a atividade antimicrobiana e cinética bacteriana in vitro do extrato de Matricaria recutita (camomila) e sua associação com cefalexina e norfloxacin sobre isolados clínicos de S. aureus de origem bovina, caracterizada como resistente. Os ensaios foram realizados pelo método da diluição em meio sólido para a determinação da Concentração Inibitória Mínima (CIM). Em ambas as associações do extrato de M. recutita com os antibióticos norfloxacina e cefalexina, foi observada CIM na diluição 1:64 o que correspondeu a 8μg/mL dos antibióticos e 13.43 μg/mL do extrato. A associação Cefalexina com extrato de camomila produziu um efeito sinérgico em 75% das amostras na sua CIM. A combinação com produtos naturais frequentemente utilizados pela população e os antibióticos aqui ensaiados, poderiam representar uma opção terapêutica para o tratamento de infecções causadas por S. aureus, como também para prevenção do desenvolvimento crescente de resistência.

Biografia do Autor

Rodrigo Rafael Maia, Universidade Federal da Paraíba

Graduando em Ciências Biológicas pela Universidade Federal da Paraíba - Areia. Bolsista de iniciação científica pela UFPB. Desenvolve pesquisas nas áreas de ecologia e zoologia, com maior enfoque em estudos ornitológicos.

Andréia Vieira Pereira, Universidade Estadual de Londrina

Graduada em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Campina Grande (2007). Mestre em Zootecnia com ênfase em Farmacologia e Toxicologia de Produtos Naturais, pela Universidade Federal de Campina Grande (2010). Doutora em Doenças Tropicais pela Faculdade de Medicina de Botucatu/ UNESP (2013) atuando na linha de pesquisa: Bioprospecção de moléculas a partir de toxinas animais para emprego em modelos experimentais das doenças negligenciadas (leishmaniose). Atualmente é pós-doutoranda bolsista pela CAPES/FA na instituição Universidade Estadual de Londrina com o projeto intitulado: Avaliação do efeito do Lycopodium clavatum no tratamento da infecção experimental de camundongos com a cepa ME-49 de Toxoplasma gondii. Tem experiência na área de Medicina Veterinária Preventiva, com ênfase em Doenças Infecciosas de Animais. Atuando principalmente nos seguintes temas: Farmacologia aplicada a Medicina Veterinária, Microbiologia, Bioquímica, Imunoparasitologia, Fitoterapia, Produtos Naturais e Medicamentos Ultradiluídos.

Marcelo Biondaro Góis, Universidade Estadual de Maringá

Bacharel e Licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Paranaense (2008), Mestre em Ciência Animal, linha de pesquisa em Morfofisiologia do Sistema Digestório (2010). Doutorado (2015) no programa de Pós-Graduação em Biologia Comparada da Universidade Estadual de Maringá - UEM na linha de pesquisa em Morfologia/Anatomia Humana, empregando histoquímica e imunohistoquímica para analisar a parede do intestino e o Sistema Nervoso Periférico. Pós-Doutorado em Biociências e Fisiopatologia pela UEM (2016).

Karine Delgado Souza, Universidade Estadual de Maringá

Biomédica, mestranda em Biociências aplicadas à Fisiopatologia pela Universidade Estadual de Maringá e pós-graduanda em Docência no Ensino Superior pelo Centro Universitário Cesumar.

Vanessa de Melo Cavalcanti-Dantas, Universidade Federal da Paraíba

Graduada em Biomedicina pela Faculdade Santa Emília do Rodat / UNIESP. Mestranda pelo Programa de Pós-graduação em Biologia Celular e Molecular/UFPB.

Tatiane Kelly Barbosa De Azevêdo, Universidade Federal de Campina Grande

Graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal de Campina Grande (2007), mestrado em Ciências Florestais pela Universidade Federal de Campina Grande (2010), mestrado em Zootecnia pela Universidade Federal de Campina Grande (2010) e doutorado em Ciências Florestais pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2014). Tem experiência na área de Recursos Florestais e Engenharia Florestal, com ênfase em espécies florestais do semi-árido.

Cristiane Melissa Thomazini, Faculdade Ingá

Doutorado e Mestrado em Patologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho em 2010 e 2005, respectivamente. Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002). Tem experiência na área de Medicina e Biologia Molecular, com ênfase em Patologia Gastrointestinal, atuando principalmente nos seguintes temas: EBV, Câncer Gástrico, Helicobacter pylori, Metilação Gênica, Doença Inflamatória Intestinal e Escherichia coli.

Jozinete Vieira Pereira, Universidade Federal da Paraíba

Graduação em Odontologia pela Universidade Federal da Paraíba (1993); Mestrado em Odontologia (Diagnóstico Oral) pela Universidade Federal da Paraíba (1998); Doutorado em Odontologia (Estomatologia) pela Universidade Federal da Paraíba e Universidade Federal da Bahia (2002) e Pós-Doutorado na área de Farmacologia, Anestesiologia e Terapêutica do Programa de Pós-Graduação em Odontologia da Faculdade de Odontologia de Piracicaba/FOP - UNICAMP (2014).

Onaldo Guedes Rodrigues, Universidade Federal de Campina Grande

Graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal da Paraíba (1987), Mestre em Ciência Animal pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1994) na área de Imunologia, Doutor em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Pernambuco (2001), área de concentração farmacologia/fisiologia e Pós-doutorado em química de produtos naturais pela Universidade Federal da Paraíba (2010).

Maria do Socorro Vieira Pereira, Universidade Federal da Paraíba

Graduação em Farmácia Bioquímica pela Universidade Federal da Paraíba (1984), Mestrado em Genética pela Universidade Federal da Paraíba (1991) e Doutorado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Pernambuco (2000). Curso de Pós-Graduação lato sensu em Atenção farmacêutica e Farmacoterapia clínica (2015). Curso de Formação em Psicanálise Clínica (2015). Tem experiência na área de Farmacologia, Genética, Imunologia, Microbiologia e Fitoterapia, atuando principalmente nas áreas de pesquisa com os seguintes temas: Fitoterapia na atenção primária a saúde; Doenças infecciosas e parasitárias; Aspectos biopsicossociais de mulheres no climatério e menopausa.

Referências

ALBUQUERQUE, A. C. L.; PEREIRA, M. S. V.; PEREIRA, J. V.; MACEDO- COSTA, M. R.; PEREIRA, L. F.; HIGINO J. S. Antimicrobial effect of Matricaria recutita Linn. (chamomile) extract against Dental Biofilm Microorganisms. Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clinica Integrada, João Pessoa, v. 10, n. 3, p. 451-455, 2010a.

ALBUQUERQUE, A. C. L.; PEREIRA, M. S. V.; PEREIRA, J. V.; MACEDO- COSTA, M. R.; PEREIRA, L. F.; HIGINO J. S. Efeito antimicrobiano do extrato da Matricaria recutita Linn. e Lippia sidoides Cham. sobre microrganismos do biofilme dental. Biofar: Revista de Biologia e Farmácia, João Pessoa, v. 4, p. 11-19, 2010b.

BARRETO, H. M.; LIMA, I. S.; COELHO, K. M. R. N.; OSÓRIO, L. R.; MOURÃO, R. A.; SANTOS, B. H. C.; COUTINHO, H. D. M.; ABREU, A. P. L.; MEDEIROS, M. G. F.; LOPES, A. M. G. Effect of Lippia origanoides H.B.K. essential oil in the resistance to aminoglycosides in methicillin resistant Staphylococcus aureus. European Journal of Integrative Medicine, London, v. 6, p. 560-564, 2014.

BEDI, M. K.; SHENEFELT, P. D. Herbal theraphy in Dermatology. Archives of Dermatological Research, London, v. 138, p. 232-242, 2002.

BERGEY’S MANUAL OF DETERMINATIVE BACTERIOLOGY. Bacteriological analytical manual. 9 ed. Baltimore: Willians & Wilkins, 1994. 1687 p.

BREHM-STECHER, B. F.; JOHNSON, E. A. Sensitization of Staphylococcus aureus and Escherichia coli to antibiotics by the sesquiterpenoids nerolidol, farnesol, bisabolol, and apritone. Antimicrobial Agents of Chemotherapy, Washington, v. 47, p. 3357-3360, 2003.

CALEGARI-JACQUES, S. M. Bioestatística: princípios e aplicações. Porto Alegre: Artmed, 2003. 264 p.

CARVALHO, A. F.; SILVA, D. M.; SILVA, T. R. C.; SCARCELLI, E.; MANHANI, M. R. Avaliação da atividade antibacteriana de extratos etanólico e de ciclohexano a partir das flores de camomila (Matricaria chamomilla L.). Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Paulínia, v. 16, p. 521-526, 2014.

CAVALCANTI-DANTAS, V. M. C.; MEDEIROS, K. L.; AZEVÊDO, T. K. B.; SANTANA, G. M.; PEREIRA, A. V.; GOÍS, M. B.; PEREIRA, M. S. V.; PEREIRA, J. V. Taninos: principal componente do extrato Piptadenia stipulacea (Benth) Ducke inibe o crescimento de cepas clínicas de Staphylococcus aureus de origem bovina. Biotemas, Florianópolis, v. 29, n. 1, p. 109-114, 2016.

CLSI – CLINICAL AND LABORATORY STANDARDS INSTITUTE. Performance standards for antimicrobial susceptibility testing, twentieth information supplement. Vol. 32, n. 3. Wayne: CLSI, 2010. 264 p.

CORNWELL, P. A.; BARRY, B. W. Determination of the mode of action of sesquiterpene skin penetration enhancers. Journal Pharmacy and Pharmacology, London, v. 43, p. 56, 1994.

CUNHA, A. S.; CUNHA M. R. Toxinfecção alimentar por Staphylococcus aureus através do leite e seus derivados, bem como o elevado potencial patogênico de resistência às drogas. Revista Saúde e Meio Ambiente, Três Lagoas, v. 2, p. 105-114, 2007.

ELBASHITI, T. A.; ELMANAMA, A. A.; MASAD, A. A. Antibacterial and synergistic effects of some Palestinian plant extract on Escherichia coli and Staphylococcus aureus. Funcional Plant Science & Biotechnology, Stockholm , v. 5, p. 57-62, 2011.

HILI, P.; EVANS, C. S.; VENESS, R. G. Anti microbial action of essencial oils: the effect of dimethylsulphoxide on the activity of cinnamon oil. Letters in Applied Microbiology, Malden, v. 24, p. 269-275, 1997.

HUSSIN, W. W.; EL-SAYED, W. M. Sybergic interactions between selecyed botanical extracts and tetracycline against Gram positive and Gram positive bacteria. Journal of Biological Sciences, Faisalabad, v. 11, p. 433-441, 2011.

LINS, R.; VASCONCELOS, F. H. P.; LEITE, R. B.; COELHO-SOARES, R. S.; BARBOSA, D. N. Avaliação clínica de bochechos com extratos de aroeira (Schinus terebinthifolius) e camomila (Matricaria recutita L.) sobre a placa bacteriana e a gengivite. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Paulínia, v. 15, p. 112-120, 2013.

MACHADO, T. B.; LEAL, I. C. R.; AMARAL, F. A. C.; SANTOS, K. R. N.; SILVA, M. G.; KUSTER, R. M. Antimicrobial ellagitannin of Punica granatum fruits. Journal Brazilian Chemical Society, São Paulo, v. 13, p. 606-610, 2003.

MAY, J.; CHAN, C. H.; FRENCH, G. C. Time-kill studies of tea tree oils on clinical isolates. Journal of Antimicrobial Chemotherapy, Oxford, v. 45, p. 639-643, 2000.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Guia para a realização de estudos de toxicidade pré-clínica de fitoterápicos. Resolução RE n. 90, de 18 de março de 2004. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília: Imprensa Oficial; março 2004. Seção 1.

MINJA, M. M. Medicinal plants used in promotion of animal health in Tanzania. Revue Scientifique et Technique Office International des Épizooties, Paris, v. 13, p. 905-925, 1994.

MORAIS, S. M.; CAVALCANTI, E. S. B.; COSTA, S. M. O.; AGUIAR, L. A. Ação antioxidante de chás e condimentos de grande consumo no Brasil. Revista Brasileira de Farmacognosia, Curitiba, v. 19, p. 315-320, 2009.

MUSUMECI, R.; SPECIALE, A.; COSTANZO, R.; ANNINO, A.; RAGUSA, S.; RAPISARDA, A.; PAPPALARDO, M. S.; IAUK, L. Berberis aetnensis C. Presl. extracts: antimicrobial propertie sand interaction with ciprofloxacin. Journal Antimicrobial Agents, Henderson, v. 22, p. 48-53, 2003.

OLIVEIRA, S. M. S.; FALCÃO-SILVA, V. S.; SIQUEIRA-JÚNIOR, J. P.; COSTA, M. J. C.; DINIZ, M. F. F. M. D. Modulation of drug resistance in Staphylococcus aureus by extract of mango (Mangifera indica) peel. Brazilian Journal of Pharmacognosy, João Pessoa, v. 21, p. 190-193, 2011.

OECD. Guideline for testing chemical. Nº 404. 2002. Acute dermal Irritation/corrosion. Disponível em <http://www.oecd-ilibrary.org/environment/test-no-404-acute-dermal-irritation-corrosion_9789264070622-en>.

OTEO, J.; BELÉN, A. M. Molecular characterization of resistance mechanisms: methicillin resistance Staphylococcus aureus, extended spectrum β-lactamases and carbapenemases. Enfermedades Infecciosas y Microbiología Clínica, Madrid, v. 2, p. 27-33, 2015.

PEREIRA, A. V.; TREVISAN, L. F. A.; AZEVÊDO, T. K. B.; OLIVEIRA, K. A.; HIGINO, S. S. S.; COSTA, M. R. M.; PEREIRA, M. S. V.; RODRIGUES, O. G.; LIMA, E. Q. Atividade antimicrobiana in vitro do extrato da romã (Punica granatum Linn.) e alecrim-pimenta (Lippia sidoides Cham.) sobre plasmídios de Staphylococcus aureus de origem animal. Biofar: Revista de Biologia e Farmácia, João Pessoa, v. 4, p. 4-10, 2010a.

PEREIRA, A. V.; TREVISAN, L. F. A.; AZEVÊDO, T. K. B.; OLIVEIRA, K. A.; HIGINO, S. S. S.; COSTA, M. R. M.; PEREIRA, M. S. V.; RODRIGUES, O. G.; LIMA, E. Q. Avaliação comparativa: extratos vegetais de Solanum paniculatum Linnaeus e Piptadenia stipulacea (Benth) Ducke sobre Staphylococcus aureus bovinos. Agropecuária Técnica, Areia, v. 31, p. 180-184, 2010b.

PEREIRA, M. S. V.; MACEDO-COSTA, M. G.; TARGINO, M. V. P.; PEREIRA, M. V.; SIQUEIRA-FILHO, J. P.; TAKAKI, G. M. C.; BEZERRA, D. A. C.; LÔBO, K. M. S. Efeito pós-antibiótico de fluorquinolonas isoladas e em associação com cefalosporina sobre amostras de Staphylococcus aureus de origem humana e bovina. Agropecuária Científica no Semi-Árido, Campina Grande, v. 4, p. 18-26, 2008.

PEYRET, M.; CARRET, G.; CARRE, C.; FARDEL, G.; FLANDROIS, J. P. Etude mathematique de la curve de mortalite d’ Echerichia coli exposes aux polymixines. Pathologie et Biologie, Paris, v. 38, p. 441-445, 1990.

SANTOS, V. L.; SOUZA, M. F. V.; BATISTA, L. M.; SILVA, B. A.; LIMA, M. S.; SOUZA, A. M. F.; BARBOSA, F. C.; CATÃO, R. M. R.. Evaluation of the antimicrobial activity of Maytenus rigida Mart. (Celastraceae). Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Paulínia, v. 13, p. 68-72, 2011.

SHELBURNE, S. A.; MUSHER, D. M.; HULTEN, K.; CEASAR, H.; LU, M. Y.; BHALIA, I.; HAMIL, R. J. In vitro killing of community-associated methicillin-resistant Staphylococcus aureus with drug combinations. Antimicrobial Agents and Chemotherapy, Washington, v. 48, p. 4016-4019, 2004.

SILVA, S. M. F. Q.; PINHEIRO, S. M. B.; QUEIROZ, M. V. F.; PRANCHEVICIUS, M. C.; CASTRO, J. G. D.; PERIM, M. C.; CARREIRO, S. C. Atividade in vitro de extratos brutos de duas espécies vegetais do cerrado sobre leveduras do gênero Candida. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 17, p. 1649-1656, 2012.

SIMÕES, T. V. M. D.; OLIVEIRA, A. A.; TEIXEIRA, K. M.; RODRIGUES JÚNIOR, A. S.; FREITAS, I. M. Identificação laboratorial de Staphylococcus aureus em leite bovino. Documento 180. Aracaju: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2013. 15 p.

STRATTON, C. W. Nuances in antimicrobial susceptibility testing for resistant Gram-positive organisms. Antimicrobics and Infectious Diseases Newsletter, New York, v. 18, p. 57-64, 2000.

TOMAZZONI, M. I.; NEGRELLE, R. R. B.; CENTA, M. L. Fitoterapia popular: a busca instrumental enquanto prática terapêutica. Texto & Contexto Enfermagem, Florianópolis, v. 15, p. 115-121, 2006.

VIEIRA, A.; GUIMARÃES, M. A.; DAVID, G. Q.; KARSBURG, I. V.; CAMPOS, A. N. R. Efeito genotóxico da infusão de capítulos florais de camomila. Revista Trópica: Ciências Agrária e Biológicas, Chapadinha, v. 3, n. 1, p. 8-13, 2009.

YOUN, J. H.; YOON, J. W.; KOO, H. C.; LIM, S. K.; PARK, Y. H. Prevalence and antimicrogram of Staphylococcus intermedius group isolates from veterinary staff, companion animals, and the environment in veterinary hospitals in Korea. Journal of Veterinary Diagnostic Investigation, Thousand Oaks, v. 23, n. 2, p. 268-274, 2011.

ZUCCARELLI, M. ; SIMEON, B. M.; MAILLOLS, H. Effet post-antibiotique de la ciprofloxaxine seule et en association sur Streptococcus faecalis. Pathologie et Biologie, Paris, v. 36, p. 410-413, 1988.

Publicado

2017-05-25

Edição

Seção

Artigos