Descrição macroscópica da musculatura do membro torácico de paca (Cuniculus paca) (Linnaeus, 1766)

Autores

  • Rodrigo Gomes de Souza Universidade Federal do Acre. Rod. BR 364, Km 04, s/n, Distrito Industrial. Discente de Medicina Veterinária.
  • Joelma de Faria Santos Universidade Federal do Acre. Rod. BR 364, Km 04, s/n, Distrito Industrial. Discente de Medicina Veterinária.
  • Ana Paula de Aguiar Pires Universidade Federal do Acre. Rod. BR 364, Km 04, s/n, Distrito Industrial. Discente de Medicina Veterinária.
  • Vânia Maria França Ribeiro Universidade Federal do Acre. Rod. BR 364, Km 04, s/n, Distrito Industrial. Professora Associada.
  • Luciana dos Santos Medeiros Universidade Federal do Acre. Rod. BR 364, Km 04, s/n, Distrito Industrial. Professora Adjunta.
  • Yuri Karaccas de Carvalho Universidade Federal do Acre. Rod. BR 364, Km 04, s/n, Distrito Industrial. Professor Adjunto.

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2017v30n2p43

Palavras-chave:

Anatomia, Musculatura torácica, Músculos, Roedores

Resumo

A paca (Cuniculus paca) é um animal que pertence ao Filo Chordata, Classe Mammalia e Família Cuniculidae. A grande demanda pela carne desse animal levou à sua domesticação e ao desenvolvimento de criatórios na região Amazônica e em outros estados do país. Apesar do crescente consumo da carne de paca, o conhecimento sobre a musculatura ainda é escasso. A descrição anatômica dos membros torácicos da paca dará subsidio para futuros estudos zootécnicos e veterinários, possibilitando o desenvolvimento amazônico concomitante à preservação da espécie. Para o presente estudo, foram utilizadas quatro pacas adultas, provenientes do Projeto Caboclinho da Fazenda Experimental Catuaba/UFAC, sob a autorização IBAMA n°509309, fixadas em solução de formol a 10%. Após dissecação do membro torácico dos animais, foi realizada a descrição anatômica com o subsequente registro fotográfico. Os músculos descritos do membro torácico são semelhantes a outros grupos de animais domésticos, quanto à origem e à inserção muscular.

 

Biografia do Autor

Rodrigo Gomes de Souza, Universidade Federal do Acre. Rod. BR 364, Km 04, s/n, Distrito Industrial. Discente de Medicina Veterinária.

Acadêmico de Medicina Veterinária na Universidade Federal do Acre. Aluno de iniciação científica em reprodução animal.

Joelma de Faria Santos, Universidade Federal do Acre. Rod. BR 364, Km 04, s/n, Distrito Industrial. Discente de Medicina Veterinária.

Atualmente é monitora de patologia geral no curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Acre e discente de iniciação científica.

Ana Paula de Aguiar Pires, Universidade Federal do Acre. Rod. BR 364, Km 04, s/n, Distrito Industrial. Discente de Medicina Veterinária.

Acadêmica de Medicina Veterinária na Universidade Federal do Acre.

Vânia Maria França Ribeiro, Universidade Federal do Acre. Rod. BR 364, Km 04, s/n, Distrito Industrial. Professora Associada.

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1983), mestrado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1991) e doutorado em Biotecnologia pela Universidade Federal do Amazonas (2011). Atualmente é responsável técnico - Projeto de Criação e Pesquisa de Animais silvestres Caboclinho da Mata e professor associado da Universidade Federal do Acre. Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em reprodução animal e criação e conservação de animais silvestres, atuando principalmente com as seguintes espécies: Cuniculus paca, Tayassu tajacu e Hydrochaerus hydrochaeris.

Luciana dos Santos Medeiros, Universidade Federal do Acre. Rod. BR 364, Km 04, s/n, Distrito Industrial. Professora Adjunta.

Possui graduação em Medicina Veterinária e Doutorado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Fluminense. É professora adjunta do Centro de Ciências Biológicas e da Natureza, na Universidade Federal do Acre e do Programa de Pós Graduação em Sanidade e Produção Animal Sustentável na Amazônia Ocidental. Tem experiência na área de Imunologia, Microbiologia, Epidemiologia e Medicina Veterinária Preventiva, com ênfase em Micobactérias e Leptospiras de interesse veterinário e doenças infecciosas dos animais domésticos. Foi consultora no Setor de Febre Aftosa do PANAFTOSA/OPAS entre os anos de 2007 e 2010. Desde 2010 é responsável pelas disciplinas de Imunologia, Microbiologia I, Epidemiologia e Zoonoses nos Cursos de Medicina Veterinária e Ciências Biológicas da UFAC. É revisora do Brazilian Jounal of Microbiology. Adicionalmente é membro do Colegiado dos Cursos de Ciências Biológicas e Medicina Veterinária, Presidente do Núcleo Docente Estruturante do Curso de Medicina Veterinária e membro do Comitê de Ética no Uso de Animais (CEUA-UFAC).

Yuri Karaccas de Carvalho, Universidade Federal do Acre. Rod. BR 364, Km 04, s/n, Distrito Industrial. Professor Adjunto.

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1999-2003) e licenciatura em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário Claretiano (2009-2011), residência em Anestesiologia Veterinária UNESP/Botucatu (2004-2006), especialização em Anestesiologia Veterinária (2005-2006), mestrado em Anestesiologia pela Faculdade de Medicina de Botucatu (2006-2008) e doutorado em Anatomia pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - USP (2008-2012). Membro suplente do Conselho Deliberativo da Fundação de Amparo à Pesquisa no estado do Acre (2013-2014). Atua como consultor Ad hoc na Capes (APCN, Premio Capes de Teses e Web Qualis) e CNPq (Editais de fomento e produtividade). Tem experiência na área de Medicina Veterinária e Ciências Biológicas, com ênfase em Tecnologias Educacionais aplicado ao Ensino de Medicina Veterinária e Ciências (Impressora 3D e Aplicativos) e Morfofisiologia Animal. Atualmente é docente da graduação e pós-graduação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática; e do Programa de Pós-graduação em Sanidade e Produção Animal Sustentável na Amazônia Ocidental), Coordenador do Programa de Pós-graduação em Sanidade e Produção Animal Sustentável na Amazônia Ocidental da Universidade Federal do Acre. Desde 2015, é bolsista de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora/CNPq, nível 2 - Tecnologia Educacionais e Sociais.

Referências

CÂMARA, T.; MURTA, R. Mamíferos da Serra do Cipó. Belo Horizonte: PUC-Minas/Museu de Ciências Naturais, 2003. 129 p.

CAMPO-ROZO, C.; ULLOA, A. Perspectivas y tendencias en torno al manejo de fauna participativo en América Latina. In: CAMPO-ROZO, C.; ULLOA, A. (Ed.). Fauna socializada: tendencias en el manejo participativo de la fauna en América Latina. Bogotá: Fundación Natura, MacArthur Foundation, Instituto Colombiano de Antropologia e História, 2003. p. 27-50.

CONCHA, I.; ADARO, L.; BORRONI, C.; ALTAMIRANO, C. Consideraciones anatómicas sobre la musculatura intrínseca del miembro torácico del puma (Puma concolor). International Journal of Morphology, Temuco, v. 22, n. 2, p. 121-125, 2004.

DONE, S. H.; GOODY, P. C.; EVANS, S. A.; STICKLAND, N. C. Atlas colorido de anatomia veterinária do cão e gato. 2 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010. 544 p.

DYCE, K. M.; SACK, W. O.; WENSING, C. J. G. Tratado de anatomia veterinária. 4 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010. 856 p.

EVANS, H. E.; de LAHUNTA, A. Guia para a dissecção do cão. 5 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001. 250 p.

GETTY, R.; SISSON, S.; GROSSMAN J. D. Anatomia dos animais domésticos. Vol. 2. 5 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1986. 2048 p.

INTERNATIONAL COMMITTEE ON VETERINARY GROSS ANATOMICAL NOMENCLATURE. Nomina anatômica veterinária. 5 ed. Knoxville: World Association on Veterinary Anatomist, 2012. 177 p.

JEROZOLIMSKI, A.; PERES, C. A. Bringing home the biggest bacon: a cross-site analysis of the structure of hunter-kill profiles in Neotropical forests. Biological Conservation, Boston, v. 111, n. 3, p. 415-425, 2003.

KÖNIG, H. E.; LIEBICH, H. G. Anatomia dos animais domésticos. Texto e atlas colorido. 4 ed. Porto Alegre: Artmed, 2011. 787 p.

LOPES, M. A. E.; FERRARI, S. F. Effects of human colonization on the abundance and diversity of mammals in eastern Brazilian Amazonia. Conservation Biology, San Francisco, v. 14, n. 6, p. 1658-1665, 2000.

PEREIRA, S. G.; SANTOS, A. L. Q.; BORGES, D. C. S.; SOUZA, R. R. de; QUAIOZ, P. R. Anatomia óssea e muscular do cíngulo escapular e braço de Tapirus terrestres (Perissodactyla: Tapiridae). Ciência Animal Brasileira, Goiânia, v. 16, n. 2, p. 268-278, 2015.

POPESKO, P. Atlas de anatomia topográfica dos animais domésticos. 5 ed. São Paulo: Manole, 2012. 608 p.

PRIMACK, R. B.; RODRIGUES, E. Biologia da conservação. 1 ed. Londrina: E. Rodrigues, 2001. 328 p.

REDFORD, K. H. A floresta vazia. In: VALLADARES-PADUA, C.; BODMER, R. E.; CULLEN JR, L. (Ed.). Manejo e conservação de vida silvestre no Brasil. Brasília: MCT-Cnpq/Sociedade Civil Mamirauá, 1997. p. 1-22.

RENGIFO, M. E.; NAVARRO, D. T.; URRUNAGA, A. B.; VÁSQUEZ, W. F.; ASPAJO, F. V. Crianza familiar del majaz o paca (Agouti paca) en la Amazonia. Lima: Tratado de Cooperacion Amazonica-Secretaria pró tempore 48, 1996. 43 p.

RODRIGUES, R. G. A.; GOMES, A. V.; BIRCK, A. J.; FILADELPHO, A. L. Descrição dos músculos do ombro e braço do cachorro do mato (Cerdocyon thous). Revista Científica Eletrônica de Medicina Veterinária, Garça, Ano XI, n. 21, s/paginação, 2013.

ROSSER, A. M. E.; MAINKA, S. A. Overexploitation and species extinctions. Conservation Biology, San Francisco, v. 16, n. 3, p. 584-586, 2002.

SANTOS, A. C. dos; BERTASSOLI, B. M.; OLIVEIRA, V. C de; CARVALHO, A. F.A de; ROSA, R. A.; MANÇANARES, C. A. F. Morfologia dos músculos do ombro, braço e antebraço do quati (Nasua nasua Linnaeus, 1758). Biotemas, Florianópolis, v. 23, n. 3, p.167-173, 2010.

SANTOS, A. C. dos; BERTASSOLI, B.; ROSA, R. A.; CARVALHO, A. F. de; MANÇANARES, C. A. F. Miologia comparada do membro torácico do mão-pelada (Procyon cancrivorus, G. Cuvier, 1798). Revista da FZVA, Uruguaiana, v. 17, n. 2, v. 262-275, 2013.

SCHALER, O. Nomenclatura anatômica veterinária ilustrada. São Paulo: Manole, 1999. 576 p.

SMYTHE, N. The paca (Cuniculus paca) as a domestic source of protein for the Neotropical, humid lowlands. Applied Animal Behaviour Science, Amsterdam, v. 17, p. 155-170, 1987.

SMYTHE, N.; BROWN DE LA GUANTI, O. La domesticación de la paca (Agouti paca). Guia FAO de Conservación 26. Roma: FAO, 1995. 95 p.

WOODS, C. A.; KILPATRICK, C. W. Infraorder Hystricognathi. In: WILSON, D. E.; REEDER, D. M. (Ed.). Mammal species of the world: a taxonomic and geographic reference. Vol. 2. 3 ed. Baltimore: John Hopkins University Press. 2005. p. 1538-1600.

Publicado

2017-05-25

Edição

Seção

Artigos