Avaliação de frutos de goiabeira-serrana cultivados no meio oeste de Santa Catarina, Brasil

Autores

  • Fernando David Sánchez-Mora Universidad Técnica de Manabí https://orcid.org/0000-0002-9078-2290
  • Luciano Saifert Universidade Federal de Santa Catarina
  • Vanessa Samara Petry Universidade Federal de Santa Catarina
  • Lido José Borsuk Universidade Federal de Santa Catarina
  • Juan Manuel Otalora Villamil Universidade Federal de Santa Catarina
  • Rubens Onofre Nodari Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2020.e70318

Resumo

O objetivo do presente estudo foi determinar o comportamento das características físico-químicas dos frutos de sete genótipos de goiabeira-serrana cultivados em dois locais em Santa Catarina. A avaliação foi realizada nas safras 2011/12, 2014/15 e 2015/16 nos genótipos 85, 101, 223, 458 e 509, na localidade de Fraiburgo (comunidade Papuã), e nas safras 2014/15 e 2015/16, nos genótipos 28.12 e 527, na localidade de Água Doce (comunidade Vista Alegre). Foram avaliados diâmetro (cm), comprimento (cm) e peso do fruto (g), peso de casca e polpa (g), espessura de casca (mm) e sólidos solúveis totais (grau Brix). Foram realizadas análise de variância, comparação entre médias pelo teste Tukey (p < 0,05) e correlações de Pearson (p < 0,05) entre as características dos frutos. Em Água Doce, o genótipo 527 registrou o maior diâmetro e peso do fruto (88,7 g). Em Fraiburgo, destacou-se o genótipo 85, que registrou o maior peso de fruto (94,9 g) e 509 com maior rendimento de polpa (37,5%). Foi constatado que nem todos os genótipos com maior peso do fruto foram os que obtiveram maior rendimento de polpa, confirmando que as variáveis espessura da casca e tamanho do fruto estão diretamente relacionadas com o rendimento. A variação nos valores de sólidos solúveis totais foi afetada pela influência do ambiente e do genótipo.

Biografia do Autor

Fernando David Sánchez-Mora, Universidad Técnica de Manabí

Universidad Técnica de Manabí, Facultad de Ingénieria Agrónomica. Profesor de Estadistica y Mejoramiento Genético de Planta. Doutor em Ciências formado pelo Centro de Ciências Agrarias, Programa de Pós-graduação em Recursos Genéticos Vegetais, UFSC

Luciano Saifert, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestre em Ciências formado pelo Centro de Ciências Agrarias, Programa de Pós-graduação em Recursos Genéticos Vegetais, UFSC

Vanessa Samara Petry, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestre em Ciências formado pelo Centro de Ciências Agrarias, Programa de Pós-graduação em Recursos Genéticos Vegetais, UFSC

Lido José Borsuk, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutor em Ciências formado pelo Centro de Ciências Agrarias, Programa de Pós-graduação em Recursos Genéticos Vegetais, UFSC

Juan Manuel Otalora Villamil, Universidade Federal de Santa Catarina

Estudante de doutorado do Programa de Pós-graduação em Recursos Genéticos Vegetais, Centro de Ciências Agrarias, UFSC

Rubens Onofre Nodari, Universidade Federal de Santa Catarina

Professor Principal do Centro de Ciências Agrarias, Programa de Pós-graduação em Recursos Genéticos Vegetais, UFSC

Referências

AMARANTE, C. D.; STEFFENS, C. A.; DUCROQUET, J. P. H. J.; SASSO, A. Qualidade de goiaba serrana em resposta à temperatura de armazenamento e ao tratamento com 1-metilciclopropeno. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 43, n. 12, p. 1683-1689, 2008.

BARNI, E. J.; DUCROQUET, J. P.; SILVA, M. C.; NETO, R. B.; PRESSER, R. F. Potencial de mercado para goiabeira-serrana catarinense. Florianópolis: Epagri, 2004. 48 p. Documento 212.

BASILE, A.; VUOTTO, M. L.; VIOLANTE, U.; SORBO. S.; MARTONE. G.; CASTALDO-COBIANCHI. R. Antibacterial activity in Actinidia chinensis, Feijoa sellowiana and Aberia caffra. International Journal of Antimicrobial Agents, Oxford, v. 8, n. 3, p. 199-203, 1997.

BELOUS, O.; OMAROV, M.; OMAROVA, Z. Chemical composition of fruits of a feijoa (Feijoa sellowiana) in the conditions of subtropics of Russia. Scientific Journal for Food Industry, Nitrianske Hrnčiarovce, v. 8, n. 1, p. 119-123, 2014.

BEYHAN, O.; EYDURAN, S. P. Determination of promising native Feijoa (Feijoa sellowiana Berg.) genotypes from Sakarya Region in Turkey. Scientific Research and Essays, Abraka, v. 6, n. 19, p. 4104-4108, 2011.

BONTEMPO, P.; MITA, L.; MICELI, M.; DOTO, A.; NEBBIOSO, A.; DE BELLIS, F.; CONTE, M.; MINICHIELLO, A.; MANZO, F.; CARAFA, V.; BASILE, A.; RIGANO, D.; SORBO, S.; CASTALDO COBIANCHI, R.; SCHIAVONE, E. M.; FERRARA, F.; de SIMONE, M.; VIETRI, M.; CIOFFI, M.; SICA, V.; BRESCIANI, F.; de LERA, A. R.; ALTUCCI, L.; MOLINARI, A. M. Feijoa sellowiana, derived natural Flavone exerts anti-cancer action displaying HDAC inhibitory activities. International Journal of Biochemistry & Cell Biology, London, v. 39, n. 10, p. 1902-1914, 2007.

CEPA – CENTRO DE SOCIOECONOMIA E PLANEJAMENTO AGRÍCOLA. Síntese anual da agricultura de Santa Catarina 2011-2012. Florianópolis: EPAGRI, 2013. 182 p.

DEGENHARDT, J.; DUCROQUET, J. P.; GUERRA, M. P.; NODARI, R. O. Avaliação fenotípica de características de frutos em duas famílias de meios-irmãos de goiabeira-serrana (Acca sellowiana Berg.) de um pomar comercial em São Joaquim, SC. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 25, n. 3, p. 475-479, 2003.

DEGENHARDT, J.; DUCROQUET, J. P.; REIS, M. S.; GUERRA, M. P.; NODARI, R. O. Efeito de anos e determinação do coeficiente de repetibilidade de características de frutos de goiabeira-serrana. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 37, n. 9, p. 1285-1293, 2002.

DONAZZOLO, J. Conservação pelo uso e domesticação da feijoa na serra gaúcha – RS. 2012. 312 f. Tese (Doutorado em Recursos Genéticos Vegetais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. 2012.

DONAZZOLO, J.; SALLA, V. P.; SASSO, S. A. Z.; DANNER, M. A.; CITADIN, I.; NODARI, R. O. Path analysis for selection of feijoa with greater pulp weight. Ciência Rural, Santa Maria, v. 47, n. 6, e20161062, 2017.

DUCROQUET, J. P. H. J.; NUNES, E. C.; GUERRA, M. P.; NODARI, R. O. Novas cultivares brasileiras de goiabeira-serrana: SCS 414-Mattos e SCS 415-Nonante. Agropecuária Catarinense, Florianópolis, v. 21, n. 2, p. 79-82, 2008.

DUCROQUET, J. P. H. J.; SANTOS, K. L.; ANDRADE, E. R.; BONETI, J. I.; BONIN, V.; NODARI, R. O. As primeiras cultivares brasileiras de goiabeira serrana: SCS 411 Alcântara e SCS 412 Helena. Agropecuária Catarinense, Florianópolis, v. 20, n. 2, p. 77-80, 2007.

FOO, L. Y.; WATSON, R. R. Feijoa fruit extract. US Patent. 20150157678:A1. 2015.

HARMAN, E. Feijoa fruit: growth and chemical composition during development. New Zealand Journal of Experimental Agriculture, Auckland, v. 15, n. 2, p. 209-215, 1987.

MAHMOUDI, M.; EBRAHIMZADEH, M. A.; ABDI, M.; ARIMI, Y.; FATHI, H. Antidepressant activities of Feijoa sellowiana fruit. European Review for Medical and Pharmacological Sciences, Roma, v. 19, p. 2510-2513, 2015.

MARTÍNEZ-VEGA, R. R.; FISCHER, G.; HERRERA, A.; CHAVES, B.; QUINTERO, O. C. Características físico-químicas de frutos de feijoa influenciadas por la posición en el canopi. Revista Colombiana de Ciencias Hortícolas, Bogotá, v. 2, n. 1, p. 21-32, 2008.

MATTOS, J. R. A goiabeira-serrana. Porto Alegre: Instituto de Pesquisas de Recursos Naturais Renováveis, 1986. 84 p. (Publicação IPRNR, 19).

NODARI, R. O.; GUERRA, M. P.; MELER, K. T.; DUCROQUET, J. P. Genetic variability of Feijoa sellowiana germplasm. Acta Horticulturae, Leuven, v. 452, p. 41-45, 1997.

PARRA-CORONADO, A.; FISCHER, G.; CAMACHO-TAMAYO, J. H. Development and quality of pineapple guava fruit in two locations with different altitudes in Cundinamarca, Colombia. Bragantia, Campinas, v. 74, n. 3, p. 359-366, 2015.

PASQUARIELLO, M. S.; MASTROBUONI, F.; DI PATRE, D.; ZAMPELLA, L.; CAPUANO, L. R.; SCORTICHINI, M.; PETRICCIONE, M. Agronomic, nutraceutical and molecular variability of feijoa (Acca sellowiana (O. Berg) Burret) germplasm. Scientia Horticulturae, Amsterdam, v. 191, p. 1-9, 2015.

R DEVELOPMENT CORE TEAM. R: A language and environment for statistical computing. Vienna: R Foundation for Statistical Computing, 2017. Disponível em https://www.R-project.org/.

SÁNCHEZ-MORA, F. D.; SAIFERT, L.; CIOTTA, M. N.; RIBEIRO, H. N.; PETRY, V. S.; ROJAS-MOLINA, A. M.; LOPES, M. E.; LOMBARDI, G. G.; SANTOS, K. L.; DUCROQUET, J. P. H. J.; NODARI, R. O. Characterization of phenotypic diversity of Feijoa fruits of germplasm accessions in Brazil. Agrosystems, Geosciences & Environment, Madison, v. 2, p. 1-11, 2019.

SANTOS, K. L.; CIOTTA, M. N.; DONAZZOLO, J.; BORSUK, L. J.; NODARI, R. O. Domesticação da espécie. In: CIOTTA, M. N.; ARIOLI, C. J.; PINTO, F. A. M. F.; SANTOS, K. L.; ARAUJO, L.; PASA, M. S. (Ed.). A cultura da goiabeira-serrana. Florianópolis: Epagri, 2018. 216 p.

SANTOS, K. L.; DONAZZOLO, J.; GURIES, R. P.; PERONI, N.; NODARI, R. O. Participatory research with stimulating the breeding process for a native fruit species. Agroecology and Sustainable Food Systems, London, v. 42, n. 4, p. 432-447, 2017.

SANTOS, K. L.; KATSURAYAMA, A. Y.; DUCROQUET, J. P. H. J. Avaliação de genótipos de goiabeira-serrana para utilização como porta-enxertos de cultivares comerciais. Agropecuária Catarinense, Florianópolis, v. 26, n. 1, p. 52-55, 2013.

VUOTTO, M. L.; BASILE, A.; MOSCATIELLO, V.; SOLE, P.; CASTALDO-COBIANCHI, R.; LAGHI, E.; IELPO, M. T. L. Antimicrobial and antioxidant activities of Feijoa sellowiana fruit. International Journal of Antimicrobial Agents, Oxford, v. 13, n. 3, p. 197-201, 2000.

Downloads

Publicado

2020-05-25

Edição

Seção

Artigos