Análise da relação entre rentabilidade e estratégias de gestão do capital de giro das empresas listadas na B3

Ilírio José Rech, Moisés Ferreira Cunha, Carolina Teixeira Rabelo, Alessandra Barbosa

Resumo


O objetivo principal da administração do capital de giro é manter equilíbrio entre cada um de seus componentes e, com isso, o equilíbrio entre o risco de insolvência e a rentabilidade. A empresa pode, portanto, adotar uma política agressiva ou conservadora de administração do capital de giro, dependendo da estratégia da gestão. Nesse sentido, o objetivo deste artigo é analisar a influência das estratégias de gestão do capital de giro na rentabilidade das empresas listadas na B3. Foi, então, selecionada uma amostra de 152 empresas listadas na B3 e segregadas entre política agressiva ou conservadora de gestão do capital de giro. O período analisado foi de 2000 a 2014 e os dados coletados consistem de ativo circulante, passivo circulante, ativo total, rentabilidade do ativo total e rentabilidade do patrimônio líquido. Os dados foram organizados e analisados com base na regressão simples e multivariada. Os resultados indicam que a estratégia de investimento em capital de giro influencia positivamente a rentabilidade do ativo total e do patrimônio líquido. No que diz respeito à política de financiamento, verificou-se que as empresas, quando analisadas em conjunto, apresentaram influência negativa da agressividade de financiamento na rentabilidade do ativo e do patrimônio líquido. No entanto, as empresas que adotam agressividade na política de financiamento acima da média e apresentam rentabilidade sobre o ativo acima da média representam influência positiva da política de financiamento na rentabilidade.


Palavras-chave


Capital de giro; Rentabilidade; Estratégia agressiva; Estratégia conservadora

Texto completo:

PDF/A

Referências


AFZA, T. NASIR, M. S.. Is it better to be aggressive or conservative in managing Working Capital? Journal of Quality and Technology Management. V. 3 N. 2, 2007. p. 11-21

AFZA, T. NAZIR, M. S.. Working Capital Management Efficiency of Cement Sector of Pakistan. Journal of Economics and Behavioral Studies V. 2, N. 5, p. 223-235, May 2011.

Al-SHUBIRI, F. N. Analyzing the Relationship between Working Capital Management Policy and Operating Risk: An Empirical Study on Jordanian Industrial Companies. Hebron University Research Journal, V. 6, N. 1, 2011. p. 287-306

ANJOS, F. LUZ, A. R.. A gestão do capital de giro das indústrias de transformação listadas no Economática. X Congresso Online – Administração. Convibra 2013, Anais…, 2013.

ARCOS, M. A. BENAVIDES, J. Efecto del Ciclo de Efectivo Sobre la Rentabilidad de las Firmas Colombianas. Borradores de Economía y Finanzas. N. 9, Diciembre 2006. Disponível em: w.icesi.edu.co/dptoeni/publicaciones/docs. Acessado em 16/03/2015

ASSAF NETO, A.. Finanças corporativas e valor. São Paulo: Atlas, 2003.

ASSAF Neto, A.. SILVA, C. A. T.. Administração do capital de giro. 3ª Ed. São Paulo. Atlas, 2002.

AWAN, A. G. SHAHID, P. HASSAN, J. AHMAD, W.. Impact of working capital management on profitability of cement sector in Pakistan. International Journal of Business and Management Review. V.2, N.4, p.1-20 , September 2014.

BODIE, Z., MERTON, R. C. Finanças. Porto Alegre, Bookman, 1999.

BREALEY, R.A., MYERS S. C., ALLEN, F.. Principles of corporate finance 11th Ed.

New York, McGraw-Hill/Irwin, 2014.

BRIGHAM, E F., GAPENSKI, L. C. e EHRHARDT, Michael C. Administração financeira: teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2001.

DELOOF, M. Does Working Capital Management Affect Profitability of Belgian Firms. Journal of Business Finance & Accounting v. 30, n. 3-4, p.573-588. 2003. DOI: 10.1111/1468-5957.00008.

GITMAN, L. J. Princípios de administração financeira. 10ª Ed. São Paulo, Pearson Addison Wesley, 2006.

GUAJARATI, D. N. Econometria básica. Tradução de Maria José Cyhlar Monteiro. Rio de Janeiro; Elsevier, 2006.

HUSSAIN, A., FAROOZ, S. U. KHAN, K.U. Aggressiveness and Conservativeness of Working Capital: A case of Pakistan Manufacturing Sector, European Journal of Scientific Research, V. 73, N. 2, 2012. p. 171-182

LAZARIDIS, I. TRYFONIDIS, D. The relationship between working capital management and profitability of listed companies in the Athens Stock Exchange. Journal of Financial Management and Analysis, V. 19, N. 1, January-June 2006.

MEDEIROS, O. R.. RODRIGUES, F. F. Questionando empiricamente a validade do modelo fleuriet. BASE – Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos v. 1, n. 2, p.25-32, setembro/dezembro. 2004.

MOYER, C. MCGUIGAN, J.R.. RAO, R. P.. KRETLOW, W. J. Contemporary Financial Management. 12ªEd. Cengage Learning, New York; .2012.

NAKAMURA, W. T.; FORTE, D.; BARROS, L. A. B. C.; CARDOSO, R. L. Capital Structure in Brazilian Small and Medium Enterprises: A panel study. XXXIV Encontro da ANPAD, Rio de Janeiro, 2010, Anais…, 2010.

NARWARE, P. C. Working Capital and Profitability – An Empirical Analysis, The Management Accountant, ICWAI, Kolkata, 2004.

PADACHI, K. Trends in Working Capital Management and its Impact on Firms’ Performance: An Analysis of Mauritian Small Manufacturing Firms. International Review of Business Research Papers V.2 N. 2. October 2006.

MONEYOU, Ranking Mundial de Juros Reais – Set/16. Asset Infinity Managment. Disponível e http://moneyou.com.br/wp-content/uploads/2016/03/rankingdejurosreais010316.pdf.

ROSS, S. WESTERFIELD, R W. JAFFE, J. F. Administração Financeira. 2ª Ed. São Paulo, 2002.

SABETFAR, P.. SANATKAR, M.. The Impact of Financing and Working Capital Management on the Company's Value. Magnt Research Report. V.3 n. 1. 2015. DOI: dx.doi.org/14.9831/1444-8939.2015/3-1/MAGNT.53.

SATO, S. S.. Análise econômica financeira setorial: Estudo da relação entre liquidez e rentabilidade sob a ótica do modelo dinâmico. 2007, 204 P. Dissertação (Mestrado) Escola de Engenharia de São Carlos. São Carlos-SP.2007.

SEN, M.. ORUÇ E.. Relationship between Efficiency Level of Working Capital Management and Return on Total Assets in ISE. International Journal of Business and Management, v. 4, n. 10, p. 109-114. 2009.

SHAH, S.M. A.. SANA, A. Impact of Working Capital Management on the Profitability of Oil and Gas Sector of Pakistan. European Journal of Scientific Research. V.15 N.3, 2006, p. 301-307. Disponível em http://www.eurojournals.com/ejsr%2015%203.pdf, Acessado em 15/07/2014.

SHIN, H. H., SOENEN, L. Efficiency of working capital management and corporate profitability. Financial Practice and Education. V. 8, n. 2, p. 37-45, 1998.

TRIOLA. M. F. Introdução à estatística. 7ª Ed. LTC, Rio de Janeiro, 1999.

VISHNANI S.. SHAH B. K. Impact of working capital management policies on corporate performance - an empirical study. Global Business Review. 2007. Disponível em http://gbr.sagepub.com/cgi/content/abstract/8/2/267. Acessado em 05/03/2015.

WANG, Y.. Liquidity management, operating performance, and corporate value: evidence from Japan and Taiwan. Journal of Multinational Financial Management n. 12, p.159–169, 2002. Disponível em: www.elsevier.com/locate/econbase. Acessado em 15/03/2015.

WEINRAUB, H. J. VISSCHER, S. Industry Practice relating to Aggressive / Conservative Working Capital Policies, Journal of Financial and Strategic decisions, V. 11, N. 2, 1998. p. 11-18




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8069.2019v16n38p150



Locations of visitors to this page

Revista Contemporânea de Contabilidade, Florianópolis, Brasil. ISSN (impresso)1807-1821 - ISSN (eletrônico) 2175-8069