MARGEM OPERACIONAL E AGRESSIVIDADE TRIBUTÁRIA

Autores

  • Jose Valdir Marcolino Gomes Fucape Business School
  • Nadia Cardoso Fucape Business School
  • Silvania Neris Nossa Fucape Business School
  • Aridelmo Teixeira Fucape Business School

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar se as empresas brasileiras de capital aberto listadas na B3, que geram maiores margens operacionais são mais agressivas tributariamente. A lacuna dessa pesquisa surgiu pela ausência de estudos anteriores que analisasse a relação da margem operacional com a agressividade tributária nas empresas brasileiras, assim como, do comportamento das empresas com maior desempenho no mercado brasileiro e a agressividade tributária. Esta pesquisa contribui com a literatura ao trazer evidências empíricas desse resultado no mercado brasileiro e por apresentar a agressividade tributária de todos os tributos na perspectiva da atividade principal das empresas ao utilizar uma proxy sui generis a TTVA. Para capturar a agressividade tributária utilizou-se quatro métricas: GAAP ETR, CASH ETR, BTD e a TTVA. Os resultados indicam a relação positiva entre margem operacional e agressividade tributária, e que as empresas com maiores margens operacionais apresentam maior probabilidade de serem mais agressivas tributariamente.

Biografia do Autor

Jose Valdir Marcolino Gomes, Fucape Business School

Mestre em Ciências Contábeis

Nadia Cardoso, Fucape Business School

Doutora em Ciências Contábeis e Administração

Silvania Neris Nossa, Fucape Business School

Doutora em Ciências Contábeis e Administração

Aridelmo Teixeira, Fucape Business School

Doutor em Controladoria e Contabilidade

Publicado

2022-06-30